Entretenimento

29 de setembro de 2020 18:11

Menos de 24 horas após demissão do SBT, Rachel Sheherazade é contratada

A jornalista foi demitida da emissora e, em menos de 24 horas, já havia assinado novo contrato

↑ Foto: Divulgação

A jornalista Rachel Sheherazade, que foi demitida de vez do SBT nesta última segunda-feira (28), estava há um mês do fim de seu contrato com a emissora. Agora, ao deixar a emissora, menos de 24 horas que foi anunciada a sua demissão, a jornalista já está de contrato assinado com a sua nova casa.

A partir desta terça-feira (29), Rachel fará aparte do time do portal Metrópoles, como foi divulgado. Ela estará responsável agora por apresentar um programa de entrevistas e debates através das plataformas digitais do portal de notícias.

Rachel Sheherazade foi contratada pelo Metrópoles

Ao falar a respeito sobre o novo projeto, a jornalista garantiu que agora, ao fazer parte do time do portal de notícias, vai ter mais liberdade e que, com isso, poderá escolher melhor seus personagens e as perguntas que serão feitas por ela.

A jornalista, no entanto, pontuou em sua declaração que, com o novo trabalho, tem a intenção de ouvir todos os lados e não vai se importar se pensam ou não semelhante a ela. Rachel destacou que a sua única condição para escolher um entrevistado para seus programa será que ele pense e que tenha algo para acrescentar aos debates propostos.

A jornalista se tornou um grande destaque devido à suas opiniões fortes. Isso fez com que ela chamasse a atenção de vários veículos de informação, inclusive da emissora de Silvio Santos. O dono do SBT se encantou em um primeiro momento com o posicionamento de Sheherazade que foi feito sobre o carnaval paraibano, na época em que ela ainda fazia parte da TV Tambaú, afiliada do SBT na Paraíba.

Devido a isso, o dono do SBT ficou tão impressionado com a jornalista que decidiu levá-la para São Paulo para trabalhar no SBT, quando foi colocada na bancada do principal jornal da emissora.

Rachel Sheherazade ganha carta branca para opiniões

Logo quando Sheherazade chegou na emissora, ela tinha a liberdade suficiente para poder opinar a respeito do que estaria sendo tratado no jornal.

Contudo, aos poucos, o dono do SBT passou a sofrer pressão por parte dos patrocinadores, que não estavam concordando com os posicionamentos da jornalista na Televisão.

Daí para frente, Silvio proibiu que Rachel emitisse suas opiniões no jornal e, logo após isso, ela passou também por uma redução de tempo no ar.

Após tantas mudanças, a jornalista acabou demitida da emissora.

No Metrópoles, no entanto, a jornalista já recebeu logo de cara uma carta branca para emitir suas opiniões. O portal garantiu que Rachel poderá falar o que pensa e até mesmo criticar aliados do seu novo patrão, como por exemplo o ex-senador Luiz Estevão, condenado a 31 anos de prisão por ter desviado verbas das obras que estariam sendo feitas no Tribunal Regional do Trabalho da cidade de São Paulo.

Fonte: Blastingnews/Mundoemfoco

Comentários

MAIS NO TH