Entretenimento

25 de fevereiro de 2020 14:00

Carnaval de Maceió valoriza participação do Bumba Meu Boi

Foliões destacam apresentações na orla como resgate cultural

↑ Grupos de Bumba Meu Boi se apresentaram na segunda-feira (24) (Foto: Pei Fon / Secom Maceió)

O Carnaval de Maceió tem enredo, batuque, cor e dança. Na noite de segunda-feira (24), um cortejo de grupos culturais do Bumba Meu Boi tomou conta da orla da Ponta Verde em mais uma noite de expressões culturais. O carnaval com a cara do nordeste brasileiro, o resgate da infância de muita gente e a diversidade cultural são destacados por maceioenses e turistas que curtem a programação na capital alagoana.

Anélio Matias levou a família para conferir de perto as apresentações. Mesmo sem entender o que acontecia, a filha Aniele estava no carrinho de bebê, e Isabel, a filha mais velha, ficou encantada com a animação. O gesto de Anélio em incentivar a valorização cultural surge de uma forte lembrança da infância que ele não deixou para trás.

“A manifestação do Bumba Meu Boi é muito bem-vinda, pois o nosso carnaval é diferenciado com essas apresentações que resgatam um pouco da minha infância. A deslumbrância do boi provoca a imaginação da criança, que tenta entender como um boi daquele tamanho consegue estar dançando. Então no passado fui eu que passei por isso e agora as minhas filhas têm essa oportunidade”, pontuou Anélio, técnico eletrônico.

Assim foi um retrato da programação no Polo Orla. Olhos encantados pela mistura de som, coreografia e figurino colorido, a disputa pelo melhor ângulo para fotografar e filmar, crianças com dedos apontados para o que mais chamava atenção e a alegria não faltaram. Mais cedo teve orquestra de frevo que animou os foliões no cenário com sol e praia e, à noite, o desfile dos grupos culturais parou na estrutura montada perto do totem “Eu Amo Maceió”. O público caiu ainda na folia com a Orquestra de Frevo Zé Pereira.

Lenilda Austrilino é professora e ficou encantada com o que viu. “Achei uma iniciativa muito boa, porque tanto traz o turista como fixa gente da terra na cidade, uma oportunidade de ver o boi, que é uma coisa tão bonita. Espero que continue acontecendo essas várias manifestações, porque Maceió merece ter um carnaval animado, reunir as pessoas e confraternizar na alegria. Vale se mobilizar para sair de casa e entrar nesse clima que reúne crianças e toda família”, afirmou a professora. “Isso mostra que Maceió está querendo fazer bonito no carnaval e essa moda vai pegar”, acrescentou Lenilda.

foto 1

Música, cores e expressões culturais marcam o Carnaval de Maceió (Foto: Pei Fon / Secom Maceió)

Para quem está por trás das fantasias e na produção sabe que essa responsabilidade de encantar o público é grande, mas o incentivo da Prefeitura de Maceió se tornou uma força ainda maior no resgate da cultura, como lembra David Ferreira dos Santos, presidente do Boi Fênix.

“É uma época muito boa e a presença do Boi no carnaval foi criada há muito tempo e que hoje está voltando. Apesar do cortejo com vários grupos culturais, aqui se torna um único Boi e é importante trazer as comunidades para esta parte da orla marítima de Maceió numa noite de apresentações. Isso valoriza a cultura alagoana e é fundamental apresentar ao povo a cara do Bumba Meu Boi de Maceió”, explicou David.

foto 2

Orla de Maceió recebeu Bloco do Bumba Meu Boi (Foto: Pei Fon / Secom Maceió)

O presidente da Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC), Vinícius Palmeira, ressalta que o Carnaval de Maceió acontece com o próprio rosto cultural da cidade, que é o diferencial. “Tivemos o encontro de bois aqui na orla e foi uma maravilha, eles são uma tradição do nosso povo. O bairro da Ponta da Terra, por exemplo, é um grande manancial cultural de Bumba Meu Boi e hoje o povo toma a orla e faz círculos para que eles se apresentem. Então é a faceta do Carnaval de Maceió, que é da diversidade que mistura todas essas tradições e a gente mostra o colorido e alegria do Bumba Meu Boi”, disse.

Programação

A programação do Carnaval de Maceió na orla e nos bairros do Pontal da Barra, Ponta Grossa, Pajuçara, Ipioca, Jacintinho, Benedito Bentes e Fernão velho continua nesta terça-feira (25). O carnaval descentralizado é uma iniciativa da Prefeitura de Maceió, por meio da Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC), que tem o objetivo de fortalecer a pluralidade cultural nas partes alta e baixa da cidade.

Fonte: Secom Maceió / Texto: Thiago Aquino

Comentários

MAIS NO TH