Entretenimento

5 de dezembro de 2019 11:15

‘Salve-se Quem Puder’: Um furacão muda a vida de três mulheres dadas como mortas

Prevista para estrear em 2020, a trama conta a história de 3 mulheres que presenciam um assassinato após um furacão e entram para o Programa de Proteção a Testemunha.

↑ Foto: TVGlobo

Já temos algumas informações sobre a próxima novela das sete, “Salve-se Quem Puder“. Assim como a novela “Amor de Mãe“, a substituta de “Bom Sucesso” terá três mulheres como protagonistas. São elas: Alexia (Deborah Secco), Luna (Juliana Paiva) e Kyra (Vitória Strada). Com vidas completamente distintas uma da outra, o destino delas se cruza a partir de uma tragédia na cidade de Cancún, no México. As três acabam sendo testemunhas de um assassinato e isso vira o mundo delas de cabeça para baixo. A obra está prevista para estrear no início de 2020.

O FURACÃO QUE ATINGE A VIDA DE ALEXIA, LUNA E KYRA

Um furacão atinge a cidade paradisíaca mexicana durante a viagem das três moças e, além de fazer um estrago na cidade, também mudará a vida delas para sempre. Enquanto acontecia o desastre, elas acabam sendo testemunha do homicídio do juiz Vitório (Ailton Graça), conhecido por atuar na área de combate à corrupção. Como a morte dele envolve pessoas poderosas, as três entram para o Programa de Proteção a Testemunhas, são dadas como mortas e passam a viver como Josimara, interpretada por Deborah Secco, que mudou o visual para a trama, Fiona, interpretada por Juliana Paiva, que talvez tenha iniciado um namoro nos bastidores, e Cleyde, papel de Vitória Strada em uma cidade no interior de São Paulo.

SEM CELULAR, FAMÍLIA E AMIGOS: A VIDA DAS TRÊS APÓS O FURACÃO

A viagem vai literalmente mudar o rumo da vida delas. Alexia, que era uma atriz de sucesso vivendo a melhor fase de sua carreira, mas que tinha um certo distúrbio alimentar, acaba virando Josimara. Luna, uma quase formanda de fisioterapia que está perto de realizar o sonho de concluir a faculdade, vira Fiona. E Kyra, que está se preparando para o tão sonhado dia do seu casamento, vira Cleyde. As três passarão a viver uma vida clandestina na cidade fictícia de Judas do Norte, sem contato com seus familiares, amigos, companheiro e muito menos redes sociais. Para não correrem o risco de serem mortas por saberem demais, elas perderão suas liberdades, mas não conseguirão aguentar isso por muito tempo.

PRODUÇÃO LEVOU MAIS DE UM ANO PARA FAZER O FURACÃO

Um dos grandes desafios enfrentados para a produção da novela foi a gravação das cenas do furacão. Para ficar o mais realístico possível, a produção de efeitos especiais e visuais da Globo está há mais de um ano trabalhando na criação do fenômeno natural. As cenas foram gravadas durante cinco dias na Zona Oeste do Rio de Janeiro, com a utilização de restaurantes e até um tanque com ondas profissionais.

Fonte: Purepeople / Pyetra Santos

Comentários

MAIS NO TH