Entretenimento

2 de dezembro de 2019 11:12

Lurdes escapa da morte, filho leva tiro em seu lugar

A mãe de Magno, Ryan, Domênico e Érica vai ao enterro de Kátia em meio a operação de bandidos para resgatar marginal

↑ Foto: Gshow

Nos próximos capítulos de Amor de Mãe, Lurdes (Regina Casé) vai se ver envolvida em um intenso tiroteio, e por muito pouco não vai ser baleada. Tudo porque Kátia (Vera Holtz) morrerá e ela decidirá levar Sandro (Humberto Carrão) – que a ex-traficante de crianças revela ser Domênico, filho da babá –, ao sepultamento da mãe adotiva. Então, uma operação de resgate de criminosos será posta em prática para resgatar o sujeito, com direito a balas perdidas por todos os lados.

Com a saúde extremamente debilitada, Kátia passa muito mal e se prepara para a morte. Em seus derradeiros momentos de vida, a mulher revela que Sandro, seu filho adotivo – que cresceu envolvido com o crime e se encontra preso –, é o menino comprado por ela do marido de Lurdes, 24 anos atrás. Logo em seguida, a ex-traficante dá seu último suspiro e morre.

Marginais armam resgate

Solidária à memória de Kátia, Lurdes vai ao encontro do rapaz na penitenciária e afirma que cuidará dele. Em seguida, diz aos filhos que lutará pelo direito de Sandro de comparecer ao enterro de sua mãe adotiva. Algo que choca Magno (Juliano Cazarré), Ryan (Thiago Martins), Camila (Jéssica Ellen) e Érica (Nanda Costa), já que a mãe está mostrando enorme compaixão pela mulher que comprou Domênico.

Quem logo fica sabendo sobre a possibilidade de Sandro deixar a penitenciária para ir ao sepultamento de Kátia é Marconi (Douglas Silva), bandido, parceiro do rapaz no crime e seu melhor amigo. Assim, ele resolve armar um tiroteio para resgatar o comparsa durante a saída dele do presídio. O plano é posto em prática e o confronto entre marginais e policiais é intenso. Preocupado com Lurdes, Sandro a protege com seu corpo e acaba sendo atingido por uma bala perdida.

A sequência está prevista para ser exibida a partir de quarta-feira (11/12/2019).

Fonte: Televisão/Metrópoles / Marcelo Nobre

Comentários

MAIS NO TH