Entretenimento

17 de junho de 2019 12:01

Apresentador Ratinho é obrigado a pagar R$ 400 mil por afirmar que padre era gay

O famoso terá que desembolsar a quantia a dois homens. Ao celibatário que celebrou a união do rapaz citado, e também a outro que teve sua imagem exibida por engano.

Ratinho e o SBT terão de pagar R$ 400 mil após afirmar em seu programa que um padre era gay. O apresentador terá que desembolsar a quantia por ter exibido, em 1999, uma matéria inventada que dizia que um morador de Astorga, no Paraná, largou a esposa parar viver com o religioso que celebrou seu casamento.

De acordo com o jornal “O Globo”, o famoso terá que desembolsar a quantia a dois homens. Ao celibatário que celebrou a união do rapaz citado, e também a outro que teve sua imagem exibida por engano.

Vale destacar que o processo chegou ao fim após mais de 20 anos. A indenização que a Justiça determinou é por danos morais.

Fonte: Famosidades / Kleber Salles

Comentários

MAIS NO TH