Entretenimento

10 de maio de 2018 10:33

Paolla Oliveira decide perdoar funcionário que vazou suas fotos nuas

Cliques foram tirados durante gravação de "Assédio", da TV Globo

↑ Foto: Divulgação/TVGlobo

Paolla Oliveira teria decidido perdoar o responsável pelo vazamentos das suas fotos nuas durante as gravações da minissérie “Assédio”, em São Paulo.

Segundo o colunista Flávio Ricco, o responsável pelo crime pediu mil desculpas à atriz, que depois de muito pensar teria decidido aceitar o pedido e dar seguimento na sua vida.

Ao menos por parte da atriz, tudo está encerrado, mas chegou-se a ser cogitado que a atriz iria até o fim com a história e punir com o rigor da lei o funcionário que fez as fotos.

No entanto, de acordo com o mesmo colunista, ela levou em conta que a pessoa é pai de família e teria muita dificuldade de voltar ao mercado de trabalho.

Na época das fatos, a Rede Globo emitiu uma nota: “A Globo foi surpreendida pelo vazamento de fotos da atriz Paolla Oliveira sem roupa, tiradas clandestinamente durante uma gravação da série ‘Assédio’, uma produção com a O2. Essas fotos ilegais foram feitas em um set de gravação em São Paulo e divulgadas em redes sociais. Estamos ao lado de nossa atriz Paolla e não pouparemos esforços para que sejam identificados os culpados e aplicadas as punições previstas na lei. A Globo repudia com veemência esse tipo de abuso, que atenta contra os direitos da atriz e viola a privacidade de seus ambientes de trabalho. O ato, que configura crime previsto em lei, também foi informado às autoridades policiais. A Globo já adota regras rígidas e do conhecimento de todos para preservar seus locais de filmagem, seus funcionários e suas obras, mas, diante desse fato, estão sendo aprimoradas as medidas de segurança, com novos procedimentos, que serão ainda mais rígidos em gravações fora dos Estúdios Globo”, diz o comunicado.

A atriz também de manifestou se dizendo perplexa com esse vazamento.

“Até quando a invasão da privacidade de um ser humano, o desrespeito a um ambiente de trabalho e a atitude desonesta de trair a confiança de colegas de trabalho serão tratados como um ato de esperteza em nossa sociedade? Esta é a pergunta que me faço e gostaria de compartilhar com todos. Sou atriz e estou trabalhando em uma série que se chama Assédio, uma produção da Globo com a O2 Filmes. Em um ambiente controlado, fechado e profissional, um criminoso (não há outra palavra que o defina – pois o que foi feito é crime) resolveu fazer fotos clandestinas de um momento mais sensual da série e divulgar em redes sociais. O que para mim é trabalho se transformou em oportunidade para alguém tentar tirar vantagens. O que esta pessoa ganhou com isso? Dinheiro, fama, cliques, likes, popularidade? Pouco importa. Pois o que ele (ou ela) fez para obter isso é crime previsto na lei. Em um momento em que todos estamos buscando uma sociedade mais correta, não há mais espaço para considerarmos esperteza o que é um desrespeito. As autoridades já foram acionadas para que esta atitude seja punida exemplarmente, e qualquer pessoa possa trabalhar dignamente, sem correr o risco de ter a sua intimidade exposta, explorada, desrespeitada por invasores, covardes e criminosos”, postou a atriz no Instagram.

Fonte: Hmvnews

Comentários

MAIS NO TH