Entretenimento

4 de maio de 2017 09:49

Justiça nega pedido de liminar para suspender investigação contra ex-BBB Marcos

Ação terá prosseguimento até ser julgada

O juiz Marco Couto, da 1ª Vara Criminal de Jacarepaguá, no Rio, negou a liminar que pedia a suspensão das investigações contra o ex-BBB Marcos Härter. De acordo com o jornal O Globo, o advogado do gaúcho não poderá entrar com um habeas corpus, assim, a ação terá prosseguimento até ser julgada.

Marcos foi indiciado por agressão à estudante Emilly dentro da casa do BBB 17. Após análise das imagens, a direção do programa retirou o médico do reality show. A gaúcha seguiu até a final e foi a grande vencedora da competição.

Na noite de terça-feira, começaram a circular na internet trechos que supostamente seriam do depoimento de Emilly à polícia depois que saiu do confinamento. 

“Emilly não lhe disse a causa, pois não queria prejudicar o Marcos. Que a partir daí tais apertões, beliscões e torções de punho, como demais constrangimentos, foram aumentando de intensidade, porém a declarante sempre perdoava Marcos, chegando a ter quatro términos do relacionamento com reconciliação, visto que este demonstrava arrependido de suas atitudes. E ela, muito apaixonada, o perdoava não se dando conta de que aquele relacionamento estava lhe fazendo mal”, diz um dos trechos do depoimento.

Procurada pelo Uol, a delegada responsável pelo caso não soube confirmar a veracidade do documento.

Fonte: Diariogaucho

Comentários

MAIS NO TH