Entretenimento

20 de dezembro de 2016 16:50

Polícia do RJ localiza suspeitos de racismo contra filha de Bruno Gagliasso

Seis pessoas foram identificadas e uma adolescente, de 14 anos, confessou ter criado perfil falso para fazer ofensas

Pouco mais de um mês após prestar queixa de comentários racistas na internet contra a filha Titi, de 2 anos, os atores Bruno Gagliasso e Giovana Ewbank receberam uma boa notícia da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro na manhã desta terça-feira, 20.

É que a Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática, com o apoio do Departamento Geral de Polícia Especializada, do Centro Integrado de Inteligência e Controle do Estado de São Paulo e do Grupo Armado de Repressão a Roubos da Polícia Civil de São Paulo, conseguiu identificar alguns dos suspeitos.

Batizada de “Operação Gagliasso”, a ação conduziu sete pessoas à delegacia para prestar esclarecimentos. O caso chama a atenção pelo fato de uma adolescente, de 14 anos, ter confessado que criou um perfil falso em rede social para fazer as ofensas racistas, acreditando que ficaria impune.

De acordo com a Delegada de Polícia Daniela Terra, titular da DRCI e coordenadora da Operação, dois mandados de busca e apreensão foram cumpridos na cidade de Guarulhos e um em Itaquaquecetuba, ambos em São Paulo.

Fonte: EGO

Comentários

MAIS NO TH