Entretenimento

12 de dezembro de 2016 17:58

Assessoria de Tati Quebra Barraco repudia mensagens de ódio após morte de filho

Yuri Lourenço da Silva foi morto durante operação da Polícia Militar na Cidade de Deus

A assessoria da funkeira Tati Quebra Barraco divulgou, na noite deste domingo (11), nota de repúdio às mensagens de ódio que têm sido publicadas nas redes sociais da cantora após a morte do filho dela nesta madrugada. Yuri Lourenço da Silva, de 19 anos, foi assassinado durante uma operação policial na Cidade de Deus, onde morava.

“Nas últimas horas, as redes sociais da artista têm recebido centenas de comentários de ódio e completamente desumanos. Repudiamos o desrespeito à tragédia que é qualquer mãe ter que enterrar um filho”, diz o texto.

Segundo mensagem postada pela cantora no Twitter, um policial militar foi responsável pelo tiro que matou Yuri: “A PM tirou um pedaço de mim que jamais será preenchido. A PM matou o meu filho. Essa dor nunca irá se cicatrizar”.

O comando da UPP (Unidade de Polícia Pacificadora) Cidade de Deus afirmou que as mortes de Yuri e outro menino aconteceram durante uma troca de tiros. A informação foi questionada no texto publicado pela assessoria de Tati nesta noite: “Esperamos que a verdade – sobre uma suposta troca de tiros que nunca ocorreu – chegue à tona e que os responsáveis por registrarem/divulgarem fotos indevidas/desrespeitosas em um momento como esse sejam punidos. Nos apoiamos nessa esperança e na fé para consolar o coração dos familiares de Yuri, que pedem privacidade nesse momento de luto”.

A nota agradece, ainda, o apoio recebido  de amigos e fãs da cantora: “Estamos recebendo milhares de mensagens que estão ajudando confortar a família”.

Fonte: R7

Comentários

MAIS NO TH