Educação

29 de maio de 2020 17:36

Projeto Foca no Enem prepara estudantes da rede estadual

Plataforma criada pela Seduc oferece conteúdos de aprendizagens

↑ Alunos reforçam estudos com testes simulados e lives Fotos: cortesias

Com a rotina de aulas presenciais interrompida devido ao isolamento social necessário para conter o avanço da Covid-19 em Alagoas, as escolas estaduais têm buscado diversas alternativas para manter contato com seus alunos e garantir seus direitos de aprendizagem. Para as turmas concluintes do ensino médio, que farão as provas do Enem 2020, a rotina não é diferente.

Pensando nisso, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), que tem à frente o vice-governador e secretário Luciano Barbosa, criou o projeto Foca no Enem, um espaço de estudo complementar desenvolvido pelas unidades escolares estaduais com o objetivo de mobilizar e preparar os estudantes da 3ª série do Ensino Médio para o exame.

O superintendente de Políticas Educacionais da Seduc, Ricardo Lisboa, ressalta a importância da ferramenta. “A ideia é buscar dentro deste site mecanismos e instrumentos materiais para que os professores orientem e auxiliem os alunos com qualidade e competência”, enfatiza.

Já a gerente das Modalidades e Diversidades da Educação Básica, Dany Verçosa, conta como está sendo a preparação dos estudantes concluintes do Ensino Médio. “Mesmo com a prova adiada, o trabalho continua. Os estudantes estão sendo preparados para o exame a partir de roteiros de estudos, organizados por cada área do conhecimento e roteiro específico para Redação. Além disso, estamos também traçando novas propostas e estratégias”, frisa.

Organização – Para isso, cada escola da rede estadual se planejou e disponibilizou espaço/s de aprendizagem de acordo com sua realidade. Que podem ser tanto plataformas virtuais como apostilas impressas para estudantes sem acesso a internet.

No site Escola Web (escolaweb.educacao.al.gov.br), plataforma oferecida pela Seduc com milhares de Objetos Digitais de Aprendizagem (ODA), as atividades desenvolvidas e apresentadas nos Roteiros de Estudos Semanais são organizadas por cada área de conhecimento, com a finalidade de promover o compartilhamento de experiências, dúvidas e materiais de apoio.

Engajamento – Mesmo com o adiantamento do calendário de aplicação das provas do Enem 2020, as escolas estaduais mantém o ritmo de estudos usando diversos métodos para preparar seus alunos.

Uma delas é a Escola Estadual Belarmino Vieira Barros, de Minador do Negrão. “Os professores estão utilizando diversos recursos tecnológicos e seguem um cronograma de horário de aulas remotas. As transmissões estão acontecendo ao vivo, por meio do Instagram e Google Meet. Já as aulas são gravadas e postadas no YouTube como plataforma de conteúdos”, conta a diretora Tácia Maria Gomes Santos.

Ainda segundo Tacia, as revisões dos conteúdos são acrescidas de material de apoio e leitura, simulados e propostas de redação disponibilizas no Google Forms – que permite a criação de formulários – e arquivos em PDF. “Todo este material é organizado, programado e compartilhado com os estudantes por meio dos aplicativos do Google Classroom e/ou Whatsapp. Os alunos que não possuem acesso ao material on-line, a instituição fornece apostilas impressas, que são entregues na portaria da escola, com agendamento semanal”, complementa.

Nas escolas estaduais Professora Elza Soares Cavalcante, de Quebrangulo e Dom Constantino Luers, de Campo Alegre, o ritmo de trabalho também é intenso. “Estamos com atividades on-line e revisões para os concluintes do Ensino Médio, com material impresso para quem não tem acesso à internet. Tivemos ainda um funcionário da instituição à disposição para tirar dúvidas e realizar a inscrição dos estudantes”, conta a Flavia Rejane, diretora da Elza Soares.

“Nas lives, tratamos de temas interdisciplinares com conteúdos que caem no Enem. A próxima terá como tema, ciência e tecnologia desenvolvidas durante a Segunda Guerra Mundial. Nosso objetivo é buscar a aproximação com os estudantes e promover esse preparatório. E quem não tem internet, recebe as atividades impressas”, informa Maria Aparecida do Nascimento, diretor a daDom Constantino.

As lives, simulados e atividades também não param na Escola Estadual Professor Edmilson de Vasconcelos Pontes, no bairro do Farol, em Maceió. “Estamos utilizando ferramentas do Google Meet e Google Classroom, além do plantão de dúvidas por meio das redes sociais. Os professores também estão engajados nas lives que acontecem no próprio perfil do Instagram da escola (@escolaedmilsonpontesal). E os simulados são praticados semanalmente”, explica a Fátima Cavalcante, diretora-geral da Edmilson Pontes.

Foco – Os estudantes estão focados nos preparativos para o Enem e agradecem o empenho de suas escolas e professores.

Ingrid Raquel Morais da Silva, aluna da Edmilson Pontes, diz que seu maior sonho é cursar Direito. “Com essas aulas, atividades on-line, revisões, simulados e textos preparatórios, eu me sinto mais preparada para o Enem 2020”, afirma a estudante.

O estudante Raul Felicio da Silva, da Dom Constantino, fala que está gostando das aulas. “Os professores se mobilizaram para fazer um intensivão com as questões do Enem dos anos anteriores. Eles enviam textos com temas de redações para que possamos treinar até chegar o dia da prova”, revela o jovem.

 

Fonte: Sucursal Arapiraca com Karyne Gomes (Seduc)

Comentários

MAIS NO TH