Educação

28 de setembro de 2017 17:58

Edufal lança títulos em várias áreas na Bienal do Livro de Alagoas

Serão cerca de sessenta títulos em várias áreas a serem lançados em nove dias da 8ª Bienal do Livro de Alagoas

A 8ª Bienal Internacional do Livro de Alagoas está com uma rica programação de lançamento de livros com o Selo Edufal, com o calendário previsto para acontecer de 30 de setembro, sábado, a 8 de outubro, domingo, no estande da Editora da Universidade Federal de Alagoas, no Centro de Convenções Ruth Cardoso, em Jaraguá. Vamos apresentar alguns livros que já estão definidos. Serão cerca de sessenta títulos lançados em nove dias do maior evento literário de Alagoas.

O livro Aleitamento Materno em Prematuros: um convite à prática colaborativa, com organização das autoras Maria da Conceição Carneiro Pessoa de Santana, Sirmani Melo Frazão Torres, Diêgo Lucas Ramos e Silva, Luana Cavalcante Costa e Rosana Aparecida Salvador Rossit. Segundo a fonoaudióloga Conceição Santana, o livro surgiu após a atuação especialmente nos processos de implantação e implementação do Método Canguru, numa maternidade escola referência em alto risco em Alagoas e assim perceber o quanto o trabalho colaborativo é essencial para alcançar o estabelecimento efetivo do aleitamento materno. “Ao interagir com outras áreas profissionais, técnicos de outros serviços e usuários, foram feitas reflexões voltadas ao processo de formação da graduação, confrontando-o com o novo processo de trabalho, que se constituía, cada vez mais, um espaço para a aprendizagem compartilhada”, ressalta uma das autoras.

A gravidez pós-estupro – Quais os direitos da mulher violentada ?

O Livro A gravidez pós-estupro – Quais os direitos da mulher violentada ? é fruto da dissertação de mestrado da enfermeira Regina de Souza Alves, servidora pública no município de Maceió e atua na atenção básica à saúde. O livro visa mostrar para a sociedade a importância do debate sobre a questão do abortamento pós-estupro e a imperiosa necessidade de salvaguardar a autonomia e os direitos humanos da mulher vítima de violência sexual. “O aborto é um tema polêmico e caloroso, pois envolve a vida e todas as esferas da sociedade. Quando ocorre em decorrência do estupro, envolve questões acerca dos direitos sexuais e reprodutivos das mulheres, os direitos humanos, a desigualdade social, as relações de gênero e a questão da violência sexual, suscitando conflitos que perpassam por diversos contextos sociais”, ressalta a autora na introdução.

A aprendizagem das Crianças na Cultura Digital, 2ª Edição revisada e ampliada

A aprendizagem das Crianças na Cultura Digital, 2ª Edição revisada e ampliada, do pedagogo,  doutor em Educação e professor da Ufal, Fernando Silvio Cavalcante Pimentel, remete à reflexão de que as crianças, inseridas na cultura digital, apresentam particularidades significativas que devem ser compreendidas, pois refletem diretamente na forma como devem ser educadas. Além de desenvolver pesquisas na área das Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação (TDIC) na Educação, é autor dos livros Interação Online: um desafio da tutoria e Sob o olhar da Tutoria, ambos na área da Educação a Distância.

“É um livro de estudo, com discussões teóricas e com a apresentação de dados de uma pesquisa, mas que não se limita a estudantes de graduação ou de mestrado e doutorado. Apresenta elementos significativos para que pais e educadores possam compreender a realidade da cultura digital e assumirem posturas críticas e coerentes, ajudando crianças, adolescentes e jovens a aprender com as TDIC”, ressalta o autor.

Fonte: Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH