Educação

23 de junho de 2017 09:33

Estudantes têm até agosto para se inscrever em programa de intercâmbio nos EUA

Programa Jovens Embaixadores é voltado para alunos de 15 a 18 anos; inscrições podem ser feitas pela internet

Estudantes da rede pública de todo o país têm uma oportunidade única a partir deste mês. Já estão abertas as inscrições para a edição 2017 do Programa Jovens Embaixadores, uma iniciativa da Embaixada dos Estados Unidos, que em Alagoas tem como parceiro a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), e oferece aos jovens a possibilidade de participar de um intercâmbio educacional e cultural  de três semanas em cidades norte-americanas.

As inscrições podem ser efetuadas até o dia 9 de agosto pelo endereçowww.jovensembaixadores.org/2018 ou pela página do Facebook do programa (www.facebook?.com?/jovensembaixadores).

Podem se candidatar estudantes da rede pública de 15 a 18 anos que sejam exemplos em suas comunidades em virtude da liderança e voluntariado e que tenham excelência acadêmica e conhecimento em língua inglesa.

Desde 2003, data em que viajou o primeiro grupo de embaixadores, 517 jovens já participaram do programa, entre eles sete jovens alagoanos participaram, sendo quatro da rede pública estadual e três do Instituto Federal de Alagoas (IFAL). Dez alunos também estiveram no Immersion Brasil, programa de imersão em língua inglesa.

Para a coordenadora estadual do programa, Dileusa Costa, a experiência de ser um jovem embaixador representa uma oportunidade de expandir os seus horizontes e fortalecer os laços de amizade, respeito e colaboração entre o Brasil e os Estados Unidos.

“É um momento ímpar na vida dos participantes e vem contribuindo muito para o sucesso dos nossos estudantes, pois, além da chance de conhecer outras culturas, eles também podem socializar um pouco do nosso Estado e país.Os estudantes quando voltam, chegam cheios de perspectivas e oportunidades, tanto no campo educacional quanto na área de trabalho. Por isso, nós nos empenhamos mais e mais para que cada ano tenhamos mais estudantes participando do programa”, afirma Dileusa.

São parceiros desta iniciativa o Conselho Nacional de Secretários de Educação (CONSED), as Secretarias Estaduais de Educação, a rede de Centros Binacionais Brasil-Estados Unidos e empresas como FedEx, MSD, Microsoft, Bradesco, IBM e a Boeing Brasil.

 

Fonte: Agência Alagoas

Comentários

MAIS NO TH