Economia

7 de dezembro de 2021 15:17

Alagoas alcança 85% do uso de energia através de recursos renováveis

Percentual é mais que o dobro do número nacional, que figura entre 42%

↑ Foto: Jonathan Lins

Alagoas fechou o ano de 2020 com a marca de 85% do uso energético por meio de recursos renováveis, segundo dados do Balanço Energético de Alagoas (Beal) – 2021, publicado anualmente pela Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo de Alagoas (Sedetur). O percentual significa um avanço do desenvolvimento sustentável e eficiente, gerando mais postos de trabalho e investimentos para o setor no estado.O percentual apresentado pelo estado é o dobro do número no Brasil, que possui 42% do uso energético por fontes limpas. Esse cálculo é feito levando em consideração os principais tópicos de energia primária: bagaço da cana, melaço da cana, caldo de cana, energia hidráulica, lenha, gás natural e petróleo.Para o superintendente de Energia e Mineração (Suem) da Sedetur, Caio Uchôa, esse percentual é consequência do trabalho em conjunto entre o Governo de Alagoas e as entidades ligadas ao segmento de energia no estado.“A vocação que o estado tem no segmento de energia renovável continua crescente, ou seja, nós estamos mostrando aumento anual no uso de recursos com energias renováveis. De 2019 para 2020 o aumento foi quase de 5%. Alagoas tem intensificado a agenda positiva de sustentabilidade, considerando o setor sucroenergético, como a cana-de-açúcar, por exemplo. Além do desenvolvimento do uso da energia solar e da energia hidrelétrica, que também vem trabalhando nesse sentido”, destaca o superintendente.Energia fotovoltaicaAlagoas tem ainda 1610 sistemas fotovoltaicos de geração distribuída, instalados em 88 municípios alagoanos e com potência total de 23,2 MW. Esse total engloba instalações diversas que possuem placas de energia solar, melhorando o consumo de energia do local, além de beneficiar as unidades consumidoras.Entre as vantagens estão a redução de custos, menor índice de poluição, taxas de carbono e baixa necessidade de manutenção que colaboram para os negócios de Alagoas. O estímulo desse uso faz parte do plano do Governo Estadual em expandir as fontes renováveis.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH