Economia

4 de março de 2021 17:48

Secretário da Fazenda se reúne com setor alagoano de laticínios

Encontro buscou firmar um campo de diálogo e observar as necessidades do segmento

↑ A reunião ocorreu no prédio-sede da Fazenda com intuito de observar as necessidades do setor de laticínios (Foto: Ivo Neto / Ascom Sefaz-AL)

O secretário da Fazenda do Estado, George Santoro, e o superintendente da Receita Estadual, Francisco Suruagy, participaram de uma reunião com representantes do setor de Laticínios de Alagoas. O encontro ocorreu na quarta-feira (03) no prédio-sede da Secretaria de Estado da Fazenda e objetivou firmar um campo de diálogo, observando as necessidades do segmento.

O presidente do Sindicato das Indústrias de Derivados Lácteos de Alagoas (Sileal), Arthur Vasconcelos, enfatizou que, nos últimos meses, houve uma deflação muito grande nos preços de produtos lácteos produzidos em Alagoas, devido a grande oferta de produtos, principalmente os de outros estados e, com isso, o preço caiu bastante, gerando uma crise no setor.

“Fomos para reunião em busca de alternativas junto à Secretaria da Fazenda, de tentar implantar um preço de pauta fiscal nos produtos de outro estado e proteger mais a indústria local como vários outros estados”, explicou o presidente do Sileal.

O secretário George Santoro ressaltou a relevância do encontro com o setor que emprega muitos trabalhadores e possui pequenos produtos que sobrevivem dessa atividade no Estado. “A cadeia do leite é muito importante para Alagoas e, por isso, estamos sempre atentos a sua situação. Nesse encontro, nós escutamos todos os pleitos do segmento e esperamos dar um tratamento a essas solicitações ao longo dos próximos dias, tudo isso com o intuito de minimizar os efeitos da queda do preço do leite”.

De acordo com o deputado estadual, Francisco Tenório, a reunião foi muito proveitosa. “O secretário e o superintendente entendem bem o setor de lacticínios. Isso ajuda bastante a compreender toda sistemática envolvida na defasagem de preços dos produtos no nosso Estado. Fomos bem recebidos e ficamos satisfeitos com a possível solução que será proposta pela Secretaria da Fazenda”.

O superintendente Francisco Suruagy ressaltou a necessidade de a Fazenda estar próxima às atividades produtivas para entender a realidade dos problemas enfrentados por cada setor, buscando caminhos para que a tributação aconteça de forma justa. “Essa proximidade é importante para que a tributação seja leal, uma aproximação constante e diária com setor de laticínios, presente na maior parte dos Municípios alagoanos, é importantíssima para o desenvolvimento do Estado de Alagoas. Portanto, a Sefaz permanece sempre com canal permanente e aberto, promovendo esse diálogo e interação”.

Fonte: Ascom Sefaz/AL / Texto: Kamilla Abely e Tatyane Barbosa

Comentários

MAIS NO TH