Economia

5 de agosto de 2020 19:24

Terceirização é alternativa para empresas saírem da crise

Em períodos de crise, se torna necessário avaliar todas as possibilidades e ferramentas que o mercado oferece para baixar os custos de uma empresa

↑ Divulgação

A pandemia provocada pela Covid-19 atingiu não só o sistema de saúde mas também provocou um grande impacto na economia. Empresas de todos os portes e setores suspenderam suas atividades por meses para diminuir a curva de contágio e, com isso, viram sua renda diminuir e os prejuízos aumentarem. Com a retomada das atividades e a necessidade de reequilibrarem suas finanças, a terceirização foi a solução encontrada para a estabilização financeira.

Dado coletado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) revelou que, até a primeira quinzena de junho, mais de 700 mil empresas haviam fechado as portas durante a pandemia, tendo como principal causa a queda nas vendas e dificuldades em realizar pagamentos.

Apesar desse cenário, muitos negócios conseguiram manter-se de pé, buscando novos meios de otimizar seus recursos e optando pela terceirização de alguns serviços.

Vantagens da terceirização

Ao escolher a terceirização de serviços, empresários obtém vantagens como redução de custos, otimização do tempo, maior produtividade, além de não precisarem lidar com questões administrativas como rescisões, trocas de funcionários, substituição nas férias e faltas.

De acordo com Antonio Lessa, sócio da Realiza Terceirizações, ao terceirizar, o empresário mantem o foco em sua atividade principal e, ao mesmo tempo, garante benefícios financeiros para o desenvolvimento do seu negócio.

“A terceirização nada mais é do que um processo no qual uma empresa contrata outra empresa para realizar determinado serviço, em vez de contratar funcionários individualmente.

Essa é uma maneira de reduzir os custos, afinal, ela não terá que arcar com encargos trabalhistas como décimo terceiro salário, férias e pagamentos do FGTS”, explicou Lessa.

Antonio ainda afirma que, por conta dos treinamentos e qualificações dados aos funcionários da Realiza, é possível terceirizar mão de obra para qualquer tipo de cargo, seja ele o de serviços gerais até o de recepcionista de pousadas e clínicas.

A terceirização em tempos de crise
Segundo a última pesquisa realizada pela Confederação Nacional da Indústria, cerca de 70% das empresas entrevistadas afirmaram que possuíam mão de obra terceirizada. Destas, 42% afirmou que a suspensão da terceirização afetaria negativamente sua competitividade.

“A terceirização, nesse momento de crise, é uma alternativa mais econômica ao empresariado que foi abalado pela pandemia, principalmente os que precisaram demitir funcionários pra manter a empresa. Ela é uma forma de dar fôlego nessa retomada das atividades já que, ao terceirizar essa mão de obra, não haverá aquele compromisso trabalhista mais pesado, uma vez que a carga tributária é alta. Com a terceirização você tem uma redução de custo e, hoje em dia, qualquer redução de custos é válida”, concluiu o sócio da Realiza Terceirizações.

Assim, a terceirização apresenta-se como uma resposta para a crise por conta das vantagens como redução de custos e tempo para se dedicar, de fato, em manter a competitividade nos mercados em que atuam.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH