Economia

6 de julho de 2020 17:26

Prefeitura de Palmeira pede apoio para reabertura do Comércio

Município vem conseguindo manter controle nos casos de Covid-19 e está preparado para a Fase Laranja

↑ Palmeira dos Índios (Foto: Divulgação)

O presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Alagoas (Fecomércio AL) e do Sindicato do Comércio Varejista de Palmeira dos Índios (Sindilojas Palmeira), Gilton Lima, recebeu a visita do prefeito do município do agreste, Júlio Cezar, na manhã desta segunda-feira (06/07), na sede da entidade. As lideranças conversaram sobre a reabertura do comércio local, que ainda se encontra na Fase Vermelha do Plano de Distanciamento Social Controlado anunciado pelo Governo do Estado.

De acordo com o prefeito, Palmeira dos Índios possui 100 mil habitantes e ocupa, hoje, a 69 posição no índice de infestação do estado, com 470 casos. Apesar do município estar próximo de cidades com grande número de notificações, a exemplo de Arapiraca, vem conseguindo manter as medidas sanitárias, contribuindo para o controle da evolução do Covid-19. Por isso, Júlio Cezar defende a reabertura do comércio e, para somar forças ao pleito ante ao governador Renan Filho, solicitou o apoio da Federação e do Sindilojas.

A ideia é que as entidades contribuam com dados e diretrizes para a construção de um Plano de Ação baseado na matriz de risco adotada pelo Estado e, assim, auxiliar o governo a reavaliar a vedação de funcionamento do comércio nas cidades de interior que estejam com a situação sob controle. “Não dá para tratar de forma igual os desiguais. Palmeira dos Índios vem cumprindo as normas sanitárias. De cada 10 palmeirenses, nove usam máscaras e o que não usa é cobrado pelos demais. As empresas que podem funcionar cumprem rigorosamente as medidas e, as demais, aguardam a autorização. Queremos o reconhecimento do Estado para decretar a fase laranja”, disse. Segundo ele, são cerca de 40 municípios em condições iguais e que podem ser beneficiados pela mudança de fase.

O pensamento é semelhante ao do presidente da Fecomércio e do Sindilojas, que reconheceu o compromisso das empresas em atender às medidas sanitárias e do próprio Estado, que vem ouvindo o setor durante todo esse processo.  “Temos participado de reuniões e, nessa aproximação com o governo, foram acolhidas algumas propostas e reivindicações que apresentamos. Nessa iniciativa de reabertura, fomos procurado pelo Estado e pela prefeitura de Maceió para dar apoio nas barreiras sanitárias. Estaremos juntos com vocês neste novo pleito, que é uma luta de vários municípios”, afirmou Lima.

Participaram da reunião a secretária municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Cléa Carvalho; o secretário municipal de Planejamento, Adalberon Sá; o superintendente da Fecomércio, Allan Souza; e os assessores econômico e tributário da entidade, respectivamente, Felippe Rocha e Andressa Targino.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH