Economia

10 de junho de 2020 08:13

Operadores turísticos de Alagoas repercutem campanha

↑ Duas Barras mostra um pouco da potencialidade de Alagoas (Foto: Divulgação)

As inúmeras iniciativas de todas as entidades turísticas brasileiras na defesa do turismo e da retomada das atividades, algumas quase que imediatamente e outras no pós-pandemia, se multiplicam e acabam repercutindo de forma positiva em toda a cadeia produtiva. Incentivo ao turismo regional, através do transporte rodoviário; marketing voltado para o turismo primário, permitindo deslocamentos mais rápidos de capitais para os destinos turísticos; pesquisas para reabertura da indústria hoteleira realizada entre o trade, com protocolos de segurança e higienização e campanhas de incentivo para que o turista valorize Brasil, viajando pelo Brasil, são sempre muito bem vindas.

A campanha mais recente, intitulada #ViajePeloBrasil, movimento desencadeado por mais de 20 entidades representativas da cadeia nacional de turismo, tem somente um objetivo: incentivar o turismo doméstico no período pós-pandemia. Liderada pelo Sistema Integrado de Parques e Atrações Turísticas (Sindepat), a campanha, que evidencia o espírito de união das associações de turismo, foi abraçada pelos operadores turísticos alagoanos.

“Despertar interesse pelos destinos locais é importante”

 

O primeiro a repercutir a campanha foi o empresário Diego Anário, da Pergentino Turismo, que atua como operador em quase todos os destinos turísticos alagoanos, da Rota Ecológica a Maragogi; do Gunga a Dunas de Marapé, em Jequiá da Praia e da Foz do São Francisco aos cânions de Delmiro Gouveia.

Segundo ele “é de extrema importância neste momento despertar o interesse das pessoas em conhecer os destinos locais, a diversidade cultural da nossa própria região e as potencialidades do país, nossas praias, a gastronomia, os eventos e os parques espalhados pelo Brasil. Dessa forma, com dimensões continentais, o Brasil oferece opções turísticas diversas que, mais do que nunca, estão de braços abertos para os brasileiros. Estamos em Alagoas, um dos melhores destinos turísticos do país, com uma quantidade enorme de atrativos. Vamos fazer o alagoano conhecer Alagoas”, finaliza Diogo.

Mas para a campanha ter uma validade nacional, segundo os organizadores, “as companhias aéreas devem fazer a sua parte e não, como acontece sempre, jogar seus preços nas alturas, a fim de recuperar o que foi perdido. Diante disso, todo o trade deve entender que objetivo com a campanha é despertar o desejo do viajante brasileiro, para quando possível, optar por viagens pelo Brasil. Dessa forma, ajuda-se a impulsionar o turismo doméstico e a economia nacional como um todo.

 

Fonte: Tribuna Independente / Claudio Bulgarelli

Comentários

MAIS NO TH