Economia

28 de maio de 2020 09:24

Parceria entre BNB e Sebrae facilita acesso ao crédito para MPEs alagoanas

Com linhas de financiamento emergenciais a juros de 2,5% ao ano para o segmento de MPEs, o Banco espera um incremento nas contratações já no próximo mês

↑ Reunião virtual concretiza parceria entre BNB e Sebrae AL (Foto: Ascom)

Uma parceria firmada ontem (26) entre Banco do Nordeste e Sebrae, em Alagoas, vai facilitar o acesso ao crédito às micro e pequenas empresas do Estado. As bases do acordo foram expostas em reunião on line entre a Superintendência Estadual do BNB e diretoria executiva do Sebrae, que se comprometeu em disponibilizar equipe capacitada de analistas e consultores para orientação empresarial, entre outras ações.

Com linhas de financiamento emergenciais a juros de 2,5% ao ano para o segmento de MPEs, o Banco espera um incremento nas contratações já no próximo mês. Em Alagoas, desde o dia 16 de março passado, quando houve a publicação do Decreto Emergencial, pelo governo do Estado, até o último 22 de maio, o BNB injetou cerca de R$ 250 milhões em crédito para o setor produtivo alagoano, sendo R$ 30 milhões para os micro e pequenos empresários e R$ 88 milhões para informais e microempreendedores individuais.

“Desde o início da pandemia do novo coronavírus o BNB vem promovendo ações de apoio ao empresariado, em especial, às MPEs, a exemplo do crédito emergencial, com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE). Poder contar com a equipe do Sebrae nesse momento, com essa mão de obra qualificada que vai repassar o maior número de informações e detalhes acerca de nossas linhas de financiamento, será fundamental para que a gente possa dispor de recepção e cadastro de documentos já organizados, e de divulgação das plataformas digitais de atendimento a esse público, agilizando o repasse de crédito”, destacou o superintendente Estadual do BNB, Pedro Ermirio Freitas.

Na reunião digital, o superintendente do Sebrae em Alagoas, Marcos Vieira, frisou a importância da parceria em meio aos efeitos da pandemia na economia local. “Quero agradecer à direção do BNB por entender esse cenário de crise e facilitar a vida do empresariado, que poderá ter no crédito um apoio para superar essa crise. Vamos juntar esforços para estreitar a relação entre o empresário e o BNB para que esses créditos fluam. Estamos à disposição do BNB”, afirmou.

Crédito

Durante o encontro virtual, gestores das duas instituições trocaram informações sobre as linhas de financiamento voltadas às MPE’s, em duas modalidades: capital de giro e investimentos, com juros de 2,5% ao ano. O capital de giro financia despesas de custeio, manutenção e formação de estoque, despesas com salário e contribuições e exige comprovações como gastos com aquisição de matérias-primas e insumos nos últimos 180 dias e gastos gerais (folha de pagamento, aluguel e energia elétrica) nos últimos 90 dias.

Para a modalidade capital de giro, o crédito será de até R$ 100 mil com reembolso em 24 meses, carência máxima até 31 de dezembro de 2020 e garantia exclusivamente fidejussória. Com crédito de até R$ 200 mil, prazo de até 12 anos, carência até 31 de dezembro de 2020 e garantia fidejussória; a modalidade investimentos financiará itens destinados ao enfrentamento da crise provocada pelo avanço da Covid-19.

Acompanhamento

Pela parceria, o Sebrae, além de prestar assessoria empresarial vai acompanhar a evolução da gestão do cliente, após o acesso ao crédito, orientando também sobre a aplicação dos recursos.

Segundo o superintendente Pedro Ermirio, esse apoio do Sebrae será de “fundamental importância para que a gente possa levar os créditos do FNE Emergencial e as demais linhas do programa para o maior número de MPEs, que é o público prioritário de atuação do BNB, e minimizar os impactos da crise aqui no estado de Alagoas”.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH