Economia

26 de novembro de 2019 09:07

Procon Alagoas orienta consumidor neste fim de ano

Ao TH Entrevista, presidente do órgão destaca importância de considerar disponibilidade financeira na hora da compra

↑ Daniel Sampaio (Foto: Jonathan Canuto)

Com as festas de final de ano se aproximando, os shoppings e centros comerciais ficam lotados de pessoas que querem comprar presentes. Na hora da euforia, muitos acabam se precipitando e cometendo deslizes que podem acarretar em prejuízos futuros. Neste sentido, o Procon Alagoas traz orientações importantes ao TH Entrevista desta semana, canal da Tribuna no Youtube. Acompanhe os alertas dados pelo presidente do órgão, Daniel Sampaio.

Ele ressalta que, com o Natal se aproximando, para atrair a atenção dos consumidores, as lojas estão com as vitrines repletas de sugestões e promoções. Por isso, qualquer que seja a opção, desde uma pequena lembrança a um presente de custo elevado, para não errar na escolha, toda orientação é válida.

Segundo Daniel Sampaio, é preciso levar em conta o perfil dos presenteados, sem esquecer de considerar a disponibilidade financeira, pois uma compra consciente pode garantir uma comemoração agradável e evitar futuros problemas.

“Planejar os gastos é essencial para fugir das tentações das novidades e não comprar nada que não seja realmente necessário e vá ser usado. Além disto, no início do ano vêm as despesas inevitáveis como IPTU, IPVA e, logo em seguida, de material escolar”, frisou.

Após a escolha do presente, agora é hora de pesquisar preços, tendo em vista que variam entre os estabelecimentos. O Procon alerta quanto as informações sobre o preço à vista e a prazo, o número de parcelas, e ainda as taxas de juros mensal e anual, devem estar afixadas em local de fácil acesso de forma legível e clara. Sempre que possível é preferível comprar à vista e pechinchar descontos. Se a compra for a prazo o consumidor deve ficar atento às taxas de juros e número de parcelas para evitar gastos desnecessários.

INTERNET

O Procon salienta ainda que a pesquisa deve ser feita se a opção do consumidor for comprar pela internet. Nessas situações, o cliente deve ficar atento ao endereço eletrônico, que deve começar com https:// e ao cadeado de segurança que deve aparecer na tela.

É importante também imprimir o comprovante da compra, com a descrição do pedido, e pedir um e-mail de confirmação, que deve conter a data de entrega do produto. Sites que não disponibilizam telefone, endereço e CNPJ devem ser evitados. Deve-se do mesmo modo evitar efetuar compras em sites que tenham domínio fora do país (sem o “.com.br”).

Como acontece com as demais compras efetuadas fora de estabelecimento comercial (catálogo, telefone, porta a porta, etc), nas compras pela internet, o consumidor tem um prazo de sete dias após o recebimento da mercadoria ou da assinatura do contrato de serviço para desistir da contratação. Além disto, todos os valores pagos devem ser restituídos, inclusive o frete.

Dezembro
Órgão realiza Feirão de Renegociação de dívidas

O Procon Alagoas realiza entre os dias 5 e 7 de dezembro, o Feirão de Renegociação de dívidas, no estacionamento do Maceió Shopping, no bairro Mangabeiras, em Maceió.

As empresas participantes do evento serão: Bradesco, Banco do Brasil, Banco do Nordeste, Caixa Econômica Federal, BMG, Banese, Crefisa, Casal, Equatorial, Claro, NET, Oi, Cesmac, CDL Maceió e SPC Brasil. O consumidor que desejar participar deverá comparecer com originais e cópias do RG, CPF, comprovante de residência atualizado (menos de três meses) e documentos da dívida que deseja negociar.

O feirão funcionará em horário estendido. Na quinta (5) e sexta-feira (6), os atendimentos são das 10h às 20h, e no último dia, o sábado (7), tem início às 8h e termina às 16h. O evento é uma iniciativa do instituto junto ao Núcleo de Apoio ao Superendividado (NAS) para fornecer condições mais vantajosas de negociar débitos atrasados cobrados pelas empresas.

Fonte: Tribuna Independente, com assessoria

Comentários

MAIS NO TH