Economia

9 de julho de 2019 20:54

S&P 500 fecha em leve alta apesar de preocupações com lucros

Netflix subiu 1% após a Cowen e Co afirmar que o provedor de streaming de vídeo se beneficiará da alta audiência da recém-lançada terceira temporada da série original “Stranger Things”

↑ Foto: Reprodução

O S&P 500 teve leve alta nesta terça-feira, com os ganhos de ações ligadas à tecnologia compensando as preocupações com o enfraquecimento das perspectivas de lucros.

O índice Dow Jones caiu 0,08%, para 26.783 pontos. O S&P 500 ganhou 0,12%, a 2.979 pontos e o Nasdaq cresceu 0,54%, para 8.141 pontos.

Ganhos de Amazon.com, Facebook e Apple deram impulso ao S&P 500 e ao Nasdaq. O Netflix subiu 1% após a Cowen e Co afirmar que o provedor de streaming de vídeo se beneficiará da alta audiência da recém-lançada terceira temporada da série original “Stranger Things”.

Os investidores se prepararam para as declarações do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, durante depoimento de dois dias perante o Congresso, que começa na quarta-feira. Também é esperado para quarta a ata da reunião de política monetária do Banco Central em junho.

Os principais índices de Wall Street recuaram de suas máximas recordes de fechamento depois que um robusto relatório de emprego de junho na sexta-feira amenizou expectativas de um corte agressivo de juros de 50 pontos-base pelo Fed.

“Pode haver alguma clareza nos próximos dias com base no que Powell disser nessas audiências”, disse Bucky Hellwig, vice-presidente sênior do BB & T Wealth Management, no Alabama.

As tensões comerciais e seus efeitos nas empresas estarão em primeiro plano quando as empresas do S&P 500 começarem a temporada de resultados do segundo trimestre na semana que vem.

As previsões dos analistas para os lucros das empresas do S&P 500 enfraqueceram mais, com expectativa de queda de 0,2% nos ganhos do segundo trimestre sobre um ano antes, segundo dados do IBES do Refinitiv.

Em outro sinal do impacto da guerra comercial, a alemã Basf previu queda de 30% em seu lucro anual ajustado,citando atrito comercial.

EUA e China estão prontos para relançar negociações nesta semana, após um hiato de dois meses.

Fonte: Reuters

Comentários

MAIS NO TH