Economia

24 de maio de 2019 11:32

Festival da Casa Própria dispõe de financiamento em até 80%

São 72 horas para fechar negócio envolvendo mais de três mil imóveis

↑ Os interessados devem levar comprovantes de renda e residência, além de certidão do estado civil (Fotos: Sandro Lima)

Se a intenção é sair do aluguel, a 11ª edição do Festival Ademi da Casa Própria que começou nesta sexta-feira (24) e segue até o próximo domingo (26) pretende te dá uma força. Promovido pela Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Alagoas (Ademi-AL) realiza a 11ª edição do Festival Ademi da Casa Própria, o feirão de imóveis ocorre na praça central de eventos do Maceió Shopping, na Mangabeiras, ofertando mais de três mil unidades habitacionais de 11 construtoras, nas mais variadas regiões da capital alagoana e região metropolitana.

De acordo com o presidente da Ademi-AL, Jubson Uchôa, os muitos imóveis prontos ou na planta, no valor mínimo de R$ 90 mil. Um diferencial desta edição é que, além de casas e apartamentos, o Festival terá à venda lotes, ampliando o leque de opções para a clientela.  “Nosso propósito é oferecer aquilo que o cliente procura, com qualidade e preços baixos, por isso investimos num evento plural, com diversas opções e condições especiais, que serão oferecidas apenas durante o Festival”, enfatizou.

O analista de sistema, Julyio Jottardo, não contou história, viu a chamada na televisão e já estava na abertura do evento para fechar o negócio e finalmente sair do aluguel. “A intenção é por um apartamento na parte alta, que é mais tranquila, porque viajo muito e muita esposa fica sozinha”, disse.

Uso do FGTS para a compra do bem também é uma das facilidades

O casal Josicleide Nascimento e Leksal Tenório também tem o mesmo propósito, fugir do aluguel. Ela contou que moram com a mãe e que agora planejam ter seu próprio imóvel. “A gente não quer se distanciar da minha mãe, por isso queremos optar por uma casa na parte alta”, mencionou.

Segundo o presidente da Ademi-AL, a expectativa é a melhor possível e a 11ª edição promete ser sucesso como todas as demais. “Estamos saindo de uma recessão brutal que o setor imobiliário sofreu, então esperamos que com isso as vendas superem e sejam bastante promissoras”, frisou.

São diversos corretores prontos para atender a quem deseja adquirir seu imóvel ou pesquisar. Jubson Uchôa reforçou que a disponibilidade de construtoras bem próximas às outras facilita saber o que se tem no mercado. “Temos lançamentos, imóveis prontos há seis meses, e em construção, tem para todos os gostos. A Caixa Econômica também está no festival para fazer a simulação da mensalidade que vai dar na renda, dividir entrada, etc”.

MINHA CASA MINHA VIDA E FGTS

Na ocasião, o público poderá encontrar ainda, além de toda a comodidade oferecida pela estrutura do shopping, condições especiais de compra. Serão imóveis que se enquadram no pacote Minha Casa Minha Vida, com até 80% de financiamento pela Caixa e que poderão ser pagos em até 35 anos, com juros a partir de 4,5% ao ano. O uso do FGTS para a compra do bem também é uma das facilidades oferecidas pelo evento. Para os empreendimentos que não estiverem inseridos no MCMV, há a possibilidade de negociação diretamente com a construtora.

“Sem dúvidas é um momento ímpar, não só para o público, mas também para as construtoras participantes. Muitos empresários vendem, nas 72 horas de evento, quarenta por cento do que é esperado para o ano inteiro. E os negócios não se encerram quando o festival acaba. O setor continua aquecido pelos próximos meses que seguem”, explicou o presidente.

Fonte: Tribuna Hoje / Ana Paula Omena

Comentários

MAIS NO TH