Economia

16 de fevereiro de 2019 09:46

Hotéis de Alagoas estão com 90% de ocupação para o carnaval

Previsão é das secretarias de Turismo do Estado e do Município, podendo chegar a atingir 100% das vagas disponíveis

↑ Destino Alagoas se consolida como atraente durante o feriado de Carnaval, com sossego e belezas naturais (Foto: Luiz Eduardo Vaz / Cortesia)

A ocupação hoteleira em Alagoas neste Carnaval deve ultrapassar 90%. Esta é a estimativa tanto da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur) quanto da Secretaria Municipal de Turismo (Semtur). Para o Sertão, a expectativa é de 100% de ocupação turística.

“O destino Alagoas se consolida como atraente durante o feriado de Carnaval. E, na temporada 2018/2019 não podia ser diferente. A expectativa é de que na região da Grande Maceió, a expectativa ultrapasse 90%. No sertão estima-se que esse valor cresça para 100% durante o feriado.  A nova temporada traz um aumento significativo em relação a 2018, que teve taxas de 86% de ocupação hoteleira durante o feriadão. Em 2019 esses números foram ultrapassados mais de um mês antes das festividades”, aponta o órgão.

De acordo com a Sedetur, o turismo local tem se consolidado nos roteiros mais badalados do Nordeste. A participação da capital alagoana chega a 4ª lugar no Nordeste neste período. O roteiro turístico alagoano é opção para quem busca mais tranquilidade. “Diferente das vizinhas Recife e Salvador, Maceió é uma boa opção para quem planeja descansar durante o feriado. No sertão os visitantes podem conhecer os cânions do são Francisco, atrativos típicos da região”, ressalta a secretaria por meio de assessoria de comunicação.

Ainda segundo a Sedetur, a constante articulação entre o trade turístico e os órgãos públicos têm facilitado o interesse do turista em conhecer ou revisitar o Paraíso das Águas.

“O aumento da taxa de ocupação em comparação ao mesmo período do ano passado deve-se à articulação junto a mercados emissores, e o crescimento na oferta de voos, que buscam fortalecer Alagoas não só nas capitais, mas também no interior dos estados”

O superintendente de Turismo da Sedetur, Paulo Kugelmas reforça que fatores como segurança pública e viabilização de linhas aéreas também interagem para o desempenho positivo.

“Estamos entre cidades como Salvador, Recife e Olinda que têm Carnavais muito fortes e a previsão de ocupação é muito boa porque teremos alguns voos extras. A gente prevê uma presença de 90% para cima. E o diferencial também neste período, que tem favorecido muito Alagoas em relação a outras cidades neste período é a segurança. Nosso destino hoje tem sido visto de forma positiva como o estado que mais diminuiu a violência, isso é muito bom. Por conta da violência em outros estados conseguimos desviar alguns voos para cá. A questão da segurança é muito importante tanto para os cidadãos locais quanto para os turistas”, destaca.

“Como a gente tem uma malha aérea muito inferior a outras capitais do Nordeste a gente tem parcerias com operadoras de turismo que colocam voos fretados para a nossa cidade nesse período e isso serve como estratégia”.

Turismo se consolida nos roteiros mais badalados do NE

Para o secretário Municipal de Turismo, Jair Galvão, Maceió reúne atrativos diferenciados para o período, pois consegue abarcar prévias carnavalescas, sossego e belezas naturais.

“A expectativa para o Carnaval é de uma ocupação acima da média do ano passado e nós esperamos inclusive que as prévias contribuam para a extensão dessa meta”, explica.

Segundo Galvão, os investimentos tem sido direcionados para mais vertentes do setor turístico o que influencia diretamente nos resultados.

“A Prefeitura tem uma equipe multiprofissional que atua com vários agentes públicos e privados. Isso tem sido muito inteligente. Nós temos investido muito tanto com os operadores, que são os agentes de viagem, que alavancam esses voos extras assumem o risco ao apostar em Maceió. Então nó investimos em capacitação desses agente e em ações ao público final através de mídias especializadas, press trips. E nessa linha o investimento maior é o marketing digital, que é o novo boca a boca.  O Experimente Maceió tem dado resultados fantásticos, o Instagram e Facebook com mais de 300 mil seguidores, é um mini influenciador digital e é claro nas ações voltadas ao grande mercado de feiras e eventos. Tudo isso tem dado resultado muito positivo”

MARKETING DIGITAL

O Turismo local tem  apostado na influência das mídias sociais no convencimento de potenciais turistas. Além do reforço nas mídias sociais e press trips,  a Semtur tem dado enfâse a modelos ainda mais sofisticados de marketing digital.

“Temos investido também em realidade virtual, temos uma série de vídeos em 360° que vão ser utilizados como a principal ferramenta de marketing e promoção em todas as frentes. Tanto para o agente, que consegue ser treinado e consegue ter uma experiência do que está acontecendo em Maceió, de quais são as novidades… Só para se ter uma ideia fizemos um treinamento em Ribeirão Preto, 90 agentes receberam óculos de realidade virtual e como temos vídeo no Youtube para que eles ofereçam aos clientes,. Coloquem o óculos e o viajante em potencial pode observar o que Maceió tem a oferecer como destino sem sair do seu lugar”.

Malha aérea limitada em relação a outras capitais é desafio

No entanto, a dificuldade do setor ainda é a logística. Com uma malha aérea limitada em comparação a outras capitais do Nordeste, Maceió ainda enfrenta dificuldades e estratégias como fretamento de voos têm sido adotadas. Voos extras foram adicionados pelas principais companhias durante o Carnaval na tentativa de superar a dificuldade.

“Maceió está ocupando um espaço muito especial no imaginário do brasileiro, tem uma demanda reprimida muito grande para Maceió e com a oferta que tem crescido, nos últimos dois anos aumentamos em 2 mil o número d eleitos para Maceió , então a oferta também ajuda a ter mais espaço. Um dos desafios que nós temos, que Maceió sempre teve é a malha aérea, que sempre foi difícil por nós não termos uma malha aérea muito forte, então dependemos de voos extras”, reforça Jair Galvão.

MOMENTO POSITIVO

Com a ampliação nos últimos anos, Maceió registra atualmente cerca de 18 mil leitos nos hotéis. Segundo o presidente da Associação Brasileira da Indústria Hoteleira (Abih-AL) Milton Hênio Vasconcelos, a expectativa de atingir a mesma meta do ano passado demonstra um momento positivo vividos pelo setor turístico local.

Isto significa, segundo ele, que apesar do percentual continuar o mesmo, a oferta de vagas aumentou o que caracteriza crescimento no número de turistas circulando no estado. Até agora os hotéis do estado registram 83% de ocupação hoteleira.

“Com ao anúncio de novos voos reaqueceu a perspectiva de atingir a ocupação do ano passado. Antes do anuncio dos voos a perspectiva era bem negativa, de ficar 5% abaixo. Mas hoje estamos em uma realidade diferente, porque a ocupação hoteleira depende muito da malha aérea, 75% dos nossos turistas vem de avião. Então se a malha aérea é afetada consequentemente a hotelaria é afetada. Nossa perspectiva é de alcançar o patamar do ano passado, o que é algo positivo, porque o aumento da oferta hoteleira nos últimos três anos foi muito grande. Passamos de 16.500 para 18.500, e manter a ocupação numa situação de aumento de leitos é bastante positivo”, enfatiza.

Fonte: Tribuna Independente / Evellyn Pimentel

Comentários