Interior

18 de outubro de 2018 08:52

Maragogi terá hotel de R$ 40 milhões

Grupo italiano vai investir em empreendimento abandonado que se tornará um grande resort de luxo no município

↑ Primeiro hotel do município, o Maragogi Praia Hotel será projeto turístico inovador na Praia de Peroba (Foto: Divulgação)

Uma parceria firmada entre um empresário pernambucano e um grupo de investimento italiano vai permitir, depois de quase 15 anos de abandono, a reativação do antigo Hotel Maragogi, que se tornará um grande resort de luxo na Praia de Peroba, com investimento de cerca de R$ 40 milhões no novo empreendimento da Costa dos Corais. O prédio do antigo hotel encontra-se sem atividades, mas os sócios já estão finalizando o projeto para transformá-lo num resort inovador na capital da Costa dos Corais, com previsão de abertura para o verão de 2019.

A parceria foi firmada entre o empresário Carlos Buarque de Gusmão, que adquiriu o prédio há cerca de cinco anos e um grupo italiano de investimento. “Será uma proposta inovadora aqui em Maragogi, com amplos apartamentos e uma ideia totalmente nova. Será um resort diferenciado, de nível internacional”, contou. Ele disse também que a elaboração do projeto ficou com a responsabilidade de dois grandes arquitetos: um pernambucano e outro da Itália.

O empresário, que não revelou o nome do grupo italiano, informou que o novo resort na praia de Peroba contará com cerca de 200 apartamentos e vai gerar de imediato cerca de 150 empregos diretos. Ele e os sócios do grupo italiano planejam lançar o projeto do resort no Carnaval de 2019, juntamente com o Beach Club, o outro projeto dos sócios. A previsão de abertura para hospedagem do resort será no verão do ano que vem.

PIONEIRO

Boa estrutura hoteleira, excelente cozinha, roteiro turístico de alto nível e praias cheias de encanto fazem do município de Maragogi o segundo destino turístico mais importante de Alagoas. Mas esse conjunto de belezas naturais começou a ser descoberto somente há pouco tempo atrás, há uns 30 anos, primeiro com a abertura e a ampliação da rodovia AL-101 Norte, depois com a abertura do primeiro hotel do município, o Maragogi Praia Hotel e finalmente com a chegada do Salinas Maragogi, resort de categoria internacional, que inaugurou a fase moderna da hotelaria no município e sobretudo com a chegada de levas de turistas de todo o Brasil.

Então Maragogi se tornou o segundo polo turístico de Alagoas graças ao pioneirismo do Hotel Maragogi no início dos anos 80, projeto abandonado logo depois. O empreendimento, que está parado há mais de dez anos na Praia de Peroba, e adquirido a cinco pelo empresário, vai se transformar num projeto turístico inovador na Costa dos Corais.

Antes desse período os turistas que chegavam à região, de São Bento a Peroba, muito provavelmente se hospedavam em pequenas pensões familiares, alugavam quartos dos moradores ou utilizavam o camping como meio de sobrevivência, especialmente durante o verão e datas festivas, como réveillon, carnaval e festa da cidade.

O que se viu depois, nos últimos 20 anos, foi um salto fabuloso na abertura de novos empreendimentos e na qualidade de serviços oferecidos pela rede hoteleira, que se transformou no segundo maior polo turístico do Estado. Atualmente são mais de 100 empreendimentos, entre pousadas pioneiras, como a Barra Velha, a Mariluz, Shalon Beach, Encontro das Águas e Porto dos Corais, além das mais recentes, como a Marahub e grandes hotéis, como o Costa Dourada, Grand Oca e Areias Belas.

Fonte: Tribuna Independente / Claudio Bulgarelli

Comentários

MAIS NO TH