Economia

24 de janeiro de 2017 16:29

Bovespa sobe pelo 3º dia seguido amparado em ações de commodities

Na véspera, o indicador saltou 1,9% e terminou no patamar mais elevado desde 27 de março de 2012

O principal índice da Bovespa opera em alta nesta terça-feira (24), avançando pelo 3º pregão consecutivo, depois de fechar no nível mais alto em quase cinco anos na véspera, encontrando suporte em ganhos de ações atreladas a commodities, principalmente as da Vale e da Petrobras.

Às 14h15, o Ibovespa subia 0,09%, a 65.807 pontos.

Na máxima da sessão, mais cedo, chegou a superar os 66 mil pontos, renovando máxima intradia desde março de 2012, segundo a Reuters.

Na véspera, o indicador saltou 1,9% e terminou no patamar mais elevado desde 27 de março de 2012, impulsionado por ações de mineração, siderurgia e grandes bancos. O principal índice de ações da bolsa subiu 1,9%, aos 65.748 pontos.

Contudo, a bolsa paulista ainda está longe de atingir o pico de pontuação do índice, alcançado no dia 20 de maio de 2008, quando encerrou a sessão aos 73.516 pontos. No acumulado de 2017, o Ibovespa avança 9,1%.

Segundo o Valor Online, operadores não descartam alguma realização de lucros na sessão desta terça, em razão do feriado local do aniversário de São Paulo, na quarta-feira.

“Os bancos hoje tiraram o mercado das máximas do dia, mas as commodities continuam dando ritmo”, comentou o analista Raphael Figueredo, da Clear Corretora, à Reuters.

Ele observa que o potencial de alta da Bovespa não se esgotou, ainda que um movimento de correção não possa ser descartado. “A bolsa está mudando de patamar e ninguém quer perder, por isso vemos essa correria, esse ritmo de euforia, de rali”, acrescentou.

Destaques do dia

As ações da Vale subiam mais de 3%, figurando entre as principais altas do Ibovespa depois de alcançarem na véspera as máximas de fechamento desde fevereiro e novembro de 2013, respectivamente.

A mineradora reage positivamente aos preços do minério de ferro, que subiram na China com expectativa de demanda depois do feriado do Ano Novo Lunar, que fechará os mercados por umasemana a partir de sexta-feira.

Petrobras PN subia avançava cerca de 2%, espelhando as cotações do petróleo, que subiam com evidências de aperto de oferta no mercado global. Ainda no radar estava a notícia de que a estatal aumentou para US$ 6 bilhões o limite da oferta de recompra de títulos com vencimento entre janeiro de 2019 e março de 2020, de US$ 4 bilhões anteriormente, destaca a Reuters.

Na outra ponta, BM&FBovespa ON caía cerca de 2%, em sessão mais negativa para o setor financeiro. As ações dos bancos do Brasil, Santander e Itaú Unibanco estavam entre os maiores recuos.

Fonte: G1

Comentários

MAIS NO TH