Economia

20 de dezembro de 2016 18:39

Dólar cai a R$ 3,34 frente ao real nesta terça, no 2º dia de perdas

Moeda dos EUA recuou 0,82%, a R$ 3,3436 para venda

O dólar fechou em baixa ante o real nesta terça-feira (20), pelo segundo dia seguido, com fluxo de venda maior da moeda em dia de baixo volume de negócios, típico do fim de ano. Investidores também avaliaram o otimismo do Federal Reserve com a economia dos Estados Unidos, fazendo o dólar subir frente a outras moedas.

O dólar recuou 0,82%, a R$ 3,3436 na venda.

No mês de dezembro, a moeda acumula baixa 1,29%. No ano, tem desvalorização de 15,30%.

Acompanhe a cotação ao longo do dia:

 Às 9h19, queda de 0,2%, a R$ 3,3646
Às 10h29, queda de 0,44%, a R$ 3,3566
Às 10h50, queda de 0,52%, a R$ 3,3539
Às 12h29, queda de 0,16%, a R$ 3,3658
Às 13h09, queda de 0,22%, a R$ 3,3638
Às 13h29, queda de 0,20%, a R$ 3,3647
Às 14h50, queda de 0,20%, a R$ 3,3646
Às 16h19, queda de 0,69%, a R$ 3,3482

“O [cenário] político está praticamente parado e o Judiciário, em vias de parar. A menos que aconteça alguma grande novidade que possa impactar o governo até o final do ano, o dólar deve ficar oscilando mais ou menos onde está”, comentou o trader da Ouro Minas Corretora, Mauricio Gaioti, à Reuters.

Com a proximidade das festas de final de ano, os mercados financeiros já começaram a tirar o pé do acelerador, reduzindo bastante o volume de negócios.

A cena política brasileira, no entanto, continua no radar e ajudando os investidores a manterem a cautela, em meio aos vazamentos de delações de executivos da Odebrecht que atingiram figuras importantes do governo, inclusive o presidente Michel Temer.

Nesta manhã, o presidente do BC, Ilan Goldfjan, divulgou algumas medidas para melhorar a eficiência dos bancos e reduzir custos do crédito.

Alta frente a outras moedas

No exterior, o dólar subiu ante uma cesta de moedas em direção à máxima de 14 anos, sustentado por declarações favoráveis da chair do Federal Reserve, Janet Yellen, na véspera, e que mantiveram vivas as expectativas de ritmo mais rápido de alta dos juros nos EUA no próximo ano.

O Banco Central novamente não anunciou intervenção no mercado de câmbio.

Na véspera, a moeda cedeu 0,56%, a R$ 3,3715.

Fonte: G1

Comentários

MAIS NO TH