Economia

6 de dezembro de 2016 16:23

Bovespa chega a subir mais de 2%, com noticiário corporativo e decisão do Senado

Na véspera, o Ibovespa caiu 0,81%, aos 59.831 pontos

O mercado acionário brasileiro operava em alta, chegando a avançar mais de 2% na tarde desta terça-feira (6) e passando do patamar de 61 mil pontos, com a JBS liderando a ponta positiva, em sessão com otimismo marcado pelo noticiário corporativo, e após decisão do Senado de não cumprir decisão para afastar Renan Calheiros da Presidência da Casa.

Às 16h04, o Ibovespa subia 1,85%, aos 60.930 pontos.

Segundo a Reuters, o viés positivo na bolsa era influenciado pelo noticiário corporativo intenso, incluindo o plano de reorganização da JBS e a aquisição anunciada pela Localiza, além do reajuste de preços dos combustíveis informado pela Petrobras.

Destaques

JBS subia mais de 16%, a maior alta do Ibovespa, liderando os ganhos do Ibovespa, após o anúncio de seu plano de reorganização, com oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) nos Estados Unidos de uma subsidiária holandesa que reunirá todas as suas operações internacionais.

Petrobras operava em alta de mais de 2%, após anunciar aumento do preço do diesel e da gasolina nas refinarias.

Cenário local

No campo político, a cautela vem na esteira do afastamento de Renan Calheiros (PMDB-AL) da presidência do Senado, no mais recente capítulo das inquietações que levantam dúvidas sobre o ritmo de andamento das medidas votadas no Congresso Nacional para a recuperação da economia.

O Senado decidiu não cumprir a liminar para afastar Renan e vai aguardar plentário do STF, que deve decidir caso na quarta.

“Não há dúvida que a PEC do teto de gastos será aprovada, mas seria importante seguir o cronograma original de votação na próxima semana”, escreveu o economista-chefe da corretora Modalmais, Alvaro Bandeira, em nota a clientes, segundo a Reuters.

Nesta terça, o governo federal anunciou ainda os detalhes da reforma da Previdência, uma das principais medidas para tentar reequilibrar as contas públicas.

Último fechamento

A Bovespa fechou em queda na segunda, com cautela com o cenário político ofuscando o efeito positivo da alta de ações como as da Braskem e da Vale. O Ibovespa caiu 0,81%, aos 59.831 pontos, perdendo novamente o patamar dos 60 mil pontos que havia recuperado na sexta-feira.

Fonte: G1

Comentários

MAIS NO TH