Economia

17 de novembro de 2016 16:27

Bovespa passa a cair nesta quinta-feira, de olho no cenário externo

Na véspera, bolsa fechou em alta pelo segundo pregão seguido

A Bovespa se firmou em queda na tarde desta quinta-feira (17), após declarações da chair do Federal Reserve (Fed), Janet Yellen. A chefe do banco central dos Estados Unidos disse que os juros podem subir “relativamente em breve” se os dados econômicos continuarem indicando melhora do mercado de trabalho e inflação em alta.

Às 16h36, o principal índice de açõe da bolsa caía 0,41%, a 60.508 pontos.

Segundo a Reuters, as declarações preparadas de Yellen abrem espaço para apostas em uma aceleração no ritmo de alta nos juros nos EUA caso Trump de fato adote as políticas de incentivo à economia norte-americana, pressionando assim a inflação.

Operadores afirmam à agência que a volatilidade deve seguir rondando o mercado à espera de mais clareza quanto ao governo de Donald Trump, sobrepondo-se, inclusive, ao noticiário corporativo local.

“Enquanto não tivermos sinais concretos de sua equipe de transição, secretariado e medidas a serem tomadas, essa é a situação que deve prevalecer”, escreveu o economista-chefe da corretora Modalmais, Alvaro Bandeira.

Último fechamento

Na véspera, o principal índice da Bovespa fechou em alta pelo segundo pregão seguido, recuperando o patamar dos 60 mil pontos, com o impulso das ações da Petrobras e de bancos.

O Ibovespa avançou 1,85%, aos 60.759 pontos, tendo avançado mais de 2¨% no melhor momento do dia e caído 0,5% na mínima.

Fonte: G1

Comentários

MAIS NO TH