Economia

13 de outubro de 2016 16:58

Evolução dos serviços é meta da Junta Comercial para os próximos anos

Referência nacional em relação à implantação da Redesim, órgão alagoano de registro busca a certificação ISO 9001, versão 2015

A Junta Comercial do Estado de Alagoas (Juceal) definiu a nova política de qualidade dos serviços do órgão alagoano de registro a fim de aprimorar as ações ofertadas à sociedade alagoana. A medida faz parte de uma série de padronizações iniciais para que a Juceal possa receber as auditorias pela certificação ISO 9001, que visa o aprimoramento da gestão.

Em reunião entre a equipe da qualidade, o representante da direção (RD) e a alta direção da Juceal, foram aprovados novos conceitos para a missão, a visão e os valores do órgão. Segundo o assessor especial e RD da Juceal, Kleber Pereira, a atualização se mostrou necessária para que fossem definidas as funções atuais da Junta Comercial e os objetivos futuros que irão pautar as ações do órgão nos próximos anos.

Os gestores colocaram entre os objetivos da qualidade o comprometimento pela desburocratização do registro empresarial, a aplicação e a inovação de tecnologias para melhorar continuamente os serviços prestados e o compromisso com a satisfação dos clientes e dos servidores.

Para o presidente da Juceal, Carlos Araújo, as ações definidas já pautavam a atual gestão. “É muito mais difícil para alguém que vai começar do zero e sair do papel. A gente vem praticando uma gestão que pensa na redução da burocracia e também na satisfação do cliente”, adicionou.

O órgão busca a versão 2015 da certificação e, para isso, serão feitas capacitações com os servidores. A reunião de definições da política de qualidade aconteceu na última terça-feira (11).

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH