Cooperativas

25 de novembro de 2021 15:40

Seagri realiza parceria com cooperativas para capacitação e compra de sementes crioulas

Chamada pública resultou na contratação de três organizações; processo de aquisição foi aberto e está em fase de conclusão para ser implantada pela pasta

↑ Sementes crioulas (Foto: COPPABACS / Divulgação)

A Secretaria de Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura de Alagoas (Seagri/AL) realiza uma parceria com Cooperativas de Alagoas para capacitação de agricultores familiares com a implantação e produção de bancos de sementes crioulas e o fortalecimento das que já existem nas regiões do Agreste, Médio e Alto Sertão de Alagoas.

O projeto tem como o objetivo a capacitação de 210 agricultores familiares com o intuito de promover o desenvolvimento de uma agricultura familiar sustentável, baseada na produção, resgate e conservação dessas sementes e variedades locais.

O superintendente de Inclusão Produtiva da Seagri, Luciano Barros, afirmou que o processo de aquisição das sementes crioulas já foi aberto e está em fase de conclusão para ser implantada.

“Na próxima edição do Planta Alagoas, já no próximo ano, teremos a distribuição de sementes crioulas. A aquisição de lotes para compra está em tramitação, conforme exigência do Fundo Estadual de Combate e Erradicação à Pobreza (Fecoep), em acordo com a Lei 6.903”, explicou o superintendente.

Além disso, cadastrar e capacitar 210 beneficiários, efetuar o plantio de bancos de sementes, em conjunto com os participantes, acompanhar os processos produtivos das sementes desses beneficiários e apoiar os produtores nas etapas do processo e comercialização das sementes também são pontos específicos do projeto.

Cooperativas e Associações

O Instituto Terraviva é uma Organização da Sociedade Civil sem fins lucrativos que, há 21 anos, desenvolve projetos na área da agroecologia e conservação/recuperação do meio ambiente e trata de assuntos ambientais, da agricultura familiar e agroecologia. Desenvolve diversos projetos na área da agroecologia e conservação/recuperação do meio ambiente.

Van Giapi Ramalho, diretor presidente do Instituto Terra Viva ressalta a importância de projetos que beneficiem a agricultura familiar.

“Projetos dessa natureza são fundamentais para formação e fortalecimento dos bancos comunitários de sementes que serão gerenciados por agricultores e agricultoras, treinados e capacitados, para serem guardiões e agentes dispersores das sementes. Agradecemos à Seagri, especialmente ao secretário Maykon Beltrão, pela confiança e parceria no desenvolvimento deste trabalho”, comemorou Ramalho.

Tradicionalmente, existem agricultores familiares que cultivam sementes da resistência, conhecidas como crioulas, caboclas, entre outros nomes. É importante ressaltar que vários territórios, onde antes eram cultivadas sementes crioulas, foram ocupados por monocultivos de plantas comerciais e, com isso, dezenas de famílias deixaram de plantar sementes crioulas.

A Cooperativa de Pequenos Produtores Agrícolas dos Bancos Comunitários de Sementes (COPPABACS) atua no semiárido de Alagoas, operou a compra e distribuição de sementes – via o PAA sementes – com a Conab desde 2006.

Em 2018, a cooperativa realizou a primeira venda de sementes crioulas ao programa do estado. Também foi uma das organizações que participou da mobilização, em 2007, que resultou na Lei 6.903 de janeiro de 2008, que cria o Programa Estadual de Bancos Comunitários de Sementes.

“Através da Articulação Semiárido Brasileiro (ASA), da Seagri e da deputada estadual Jó Pereira se pautou no Fundo Estadual de Combate e Erradicação à Pobreza (Fecoep), à inclusão das sementes crioulas, no Planta Alagoas. Neste sentido, a Seagri possibilita – através da contratação – a organização da produção dessas sementes com acompanhamento técnico para inclusão no programa”, ressaltou Mardônio Alves, presidente da COPPABACS.

Sementes Crioulas

A semente crioula é adaptada ao território, ao clima da região, então, isso possibilita também, trabalhar de forma agroecológica em um modelo sustentável de produção alimentar, diminuindo bastante o custo do agricultor, porque possuem boa qualidade genética, que lhes dão maior resistência, selecionadas naturalmente, ao longo dos anos e adaptadas às condições locais e características produtivas.

A agricultura familiar é a principal produtora dos alimentos que vão à mesa do brasileiro. As sementes são o principal insumos para que o agricultor realize seu plantio na hora certa e, tendo ele uma semente adaptada ao seu clima e solo, a colheita é garantida.

Fonte: Ascom Seagri/AL

Comentários

MAIS NO TH