Cooperativas

8 de novembro de 2020 17:28

Micro e pequenas empresas contam com apoio das cooperativas para superar a crise

Estudo aponta ainda que as MPE são responsáveis por mais da metade dos empregos formais no país

↑ Agência Sicoob (Foto: Assessoria)

No Brasil, as micro e pequenas empresas (MPE) respondem por cerca de 30% do PIB, conforme pesquisa realizada em conjunto pelo Sebrae e FGV. O estudo apontou ainda que as MPE são responsáveis por mais da metade dos empregos formais no país.

Em contrapartida, apesar da importância para a economia nacional, o setor encontra dificuldades para superar a crise. É nesse cenário que as cooperativas financeiras reafirmam seu compromisso com os cooperados, registrando taxa de sucesso na concessão de crédito acima dos 30%, o que corresponde a quase o triplo dos bancos (Sebrae).

Um exemplo dessa parceria é a histórias de José Carlos Ribeiro, cooperado do Sicoob Lojicred. O empresário, como tantos outros no Brasil, teve que fechar as suas lojas durante a fase mais restritiva do isolamento social, padecendo de uma brusca queda no faturamento. “Eu estava com empreendimento novo, as reservas que eu tinha das outras lojas do shopping eu tinha investido tudo nesse negócio que eu acabei tendo que fechar”, contou José Carlos.

Somado aos impactos econômicos negativos, o empresário também contraiu a Covid-19, o que segundo ele, ampliou ainda mais as dificuldades financeiras por conta dos custos com o tratamento. Foi aí que o Sicoob Lojicred se mostrou uma ponte para o recomeço.

Retomada

A organização das finanças do cooperado se iniciou com a renegociação feita entre ele e a cooperativa. “Eu já tinha um financiamento feito no Sicoob Lojicred, que eles renegociaram comigo, para pagar mais para frente. Ajudou bastante”, lembrou José Carlos.

Com o crédito tomado, o empresário conseguiu ordenar a situação financeira com os funcionários e renegociar com os fornecedores, prezando assim pela perenidade do empreendimento de forma sustentável. Assim, quando o negócio pôde retomar o funcionamento, o cenário já era mais otimista.

“Já estou conseguindo equilibrar as minhas contas, estamos aumentando o faturamento aos pouquinhos. Agora, já estamos fazendo planos de diversificar e nos adaptarmos à nova realidade, investindo para poder crescer”, finalizou José Carlos, cooperado do Sicoob Lojicred.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH