Cooperativas

26 de novembro de 2019 16:16

Agricultura debate criação de associação mundial de produtores de café

Comissão da Câmara dos Deputados realiza audiência nesta quinta-feira (28)

↑ Brasil é maior produtor de café, mas não tem exercido liderança mundial nesse mercado (Foto: Marcello Casal Jr / Agência Brasil)

A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados tem audiência nesta quinta-feira (28) para debater a criação da associação mundial dos países produtores de café.

O autor do requerimento para a realização da audiência, deputado Domingos Sávio (PSDB-MG), lembra que a cafeicultura representa uma das principais atividades agrícolas brasileiras, sendo responsável pela geração de milhões de empregos e sendo um dos principais produtos de nossa balança comercial. “Embora o Brasil seja o maior produtor de café do mundo não temos sido capazes de exercer uma liderança mundial no mercado de café, que acaba sendo comandado pelos países compradores e, em alguns momentos, por interesses de grupos econômicos da cadeia produtiva em detrimento dos produtores de café”, afirma. “A criação de uma associação mundial de países produtores de café será um importante instrumento de política comercial e de integração dos interesses dos países produtores para elaborar e implementar ações concretas de formação de estoques reguladores e de políticas de estímulos ao aumento do consumo mundial em benefício de todos”.

Foram convidados para o debate:

– o presidente da Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé Ltda. (Cooxupé, Carlos Augusto de Melo.

– o diretor da Associação dos Cafeicultores do Brasil Marco Antônio Jacob;

– o diretor do Departamento de Comercialização e Abastecimento da Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Sivio Farnese.

– o presidente da Comissão Nacional do Café da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Breno Mesquita; (confirmado)

– um representante da Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB).

O debate ocorrerá às 9h30, no plenário 6.

Fonte: Agência Câmara

Comentários

MAIS NO TH