Cooperativas

15 de abril de 2019 15:59

Projeto de irrigação aumenta produção do plantio da cana

Projeto é da Cooperativa Pindorama, localizada no município de Coruripe, e é voltado para o pequeno produtor

↑ Projeto de irrigação da Pindorama (Foto: Assessoria)

Com foco no uso de novas tecnologias capazes de ampliar a produção agrícola, a Cooperativa Pindorama, localizada no município de Coruripe, lançou o projeto de irrigação, destinadas ao plantio de cana. O projeto é voltado para o pequeno produtor.

Moacir dos Santos é um dos beneficiados pela implantação da irrigação no povoado Palmeira Alta, em Penedo. Possui uma plantação de cana, com 12 hectares. O pequeno produtor foi o primeiro a implantar o projeto na região.

Ainda em fase de experiência seu Moacir usou a irrigação em um hectare de sua plantação de cana de açúcar. “A cana desenvolveu maravilhosamente bem. Está se desenvolvendo com mais força, eu acredito que vai ser recompensador, é muito trabalhoso, mas a produção multiplicou”, afirma.

A implantação da irrigação é durante o período da moagem, evitando o desperdício de água. O fornecimento de água é feito por um reservatório que chega até as mangueiras por gotejamento. O método, que utiliza linhas simples de canais de irrigação, situados acima do solo e que são posicionados na base de planta com distancia de um metro.

De acordo com o vice-presidente da cooperativa, Carlos Roberto Santos, o sistema tem capacidade de beneficiar mais produtores. A proposta é conseguir recursos para investir na ampliação de captação de água para a irrigação, aumentando a área de implantação do sistema. “Essa foi uma das pautas entregues à ministra da Agricultura Tereza Cristina aqui em Pindorama, no final de março. O sistema de irrigação vai incrementar a questão da produtividade na nossa região, tanto para cana-de-açúcar quanto para outras culturas”, explicou Carlos.

Para o produtor Moacir, que também planta banana e feijão, o uso da irrigação pode ajudar no desenvolvimento de outras culturas. Mas ele não abre mão do plantio da cana. “Nossa cultura principal aqui é a cana-de-açúcar. Depois que começamos com a cana, a nossa cooperativa só cresceu. A cana é o nosso sustento, as outras culturas é só um complemento”, finaliza Moacir.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH