Cooperativas

15 de fevereiro de 2019 16:27

Tutmés Airan inaugura centro de conciliação na Cooperativa Sicredi

Espaço será utilizado para que associados negociem suas dívidas com a instituição, evitando a chegada de mais processos ao Judiciário

↑ Desembargador Tutmés Airan planeja instalar mais centros de conciliação em Alagoas (Foto: Caio Loureiro / Dicom TJ-AL)

O presidente do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL), Tutmés Airan, inaugurou mais um Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc), dessa vez na sede da Cooperativa Sicredi, no bairro Mangabeiras. O objetivo é fazer com que os cooperados negociem suas dívidas com a instituição, evitando a entrada de mais processos na Justiça.

“Essa inauguração tem um quê de ineditismo, porque é o primeiro centro de conciliação dentro de uma instituição bancária. Queremos expandir esses centros, se possível, para todo o Estado”, disse o desembargador.

Para o presidente do Conselho do Sicredi Alagoas, Edvaldo Maia Lopes, a iniciativa é uma forma de resgatar a cidadania financeira do associado. “Ele vai poder resolver a inadimplência com a cooperativa e voltar a ser incluído no sistema financeiro”.

De acordo com o diretor de operações do Sicredi, Maurílio Ferraz, a conciliação será positiva para os associados, porque eles não precisarão, por exemplo, ter gastos com advogados ou custas processuais. “Para nós da cooperativa também será vantajoso, porque vamos recuperar nossos recursos e poder emprestá-los para outras pessoas”.

As audiências de mediação e conciliação pré-processual ocorrerão na parte da manhã, às segundas, quartas e quintas. “Nas terças, tentaremos fazer acordos naqueles processos já judicializados. Esse acordo extrajudicial será encaminhado, posteriormente, para as varas competentes”, disse o juiz Cláudio José Gomes, que atuará no Cejusc da cooperativa.

Fonte: Dicom TJ/AL / Texto: Diego Silveira

Comentários

MAIS NO TH