Cooperativas

9 de dezembro de 2016 11:09

Pindorama prepara café da manhã para celebrar 60 anos na próxima terça

Evento irá receber parceiros, clientes e representantes que revendem produtos fabricados pela marca

↑ Pindorama (Foto: Ilustração)

Criada em 1956 pelo suíço-francês René Bertholet e comandada por agricultores familiares, a Cooperativa Pindorama chega, neste mês de dezembro, ao seu sexagésimo ano de atividades, alcançando posto de modelo de economia solidária e autogestão. Para comemorar, sua direção irá promover uma série de ações a começar por um café da manhã na próxima terça-feira (13), no Restaurante Picuí, em Maceió, a partir das 8h.

O evento irá receber parceiros, clientes e representantes que revendem produtos fabricados pela marca, além de autoridades de Alagoas. Na oportunidade, a Pindorama também irá lançar mais dois produtos: o coco ralado úmido e seu novo leite de coco  – ‘Dicoco’. “É com grande satisfação que iremos receber parceiros que contribuíram para construção da Cooperativa Pindorama e automaticamente  o fortalecimento da agricultura familiar”, pontuou Klécio Santos, presidente da Cooperativa.

Os dirigentes da Pindorama irão  entregar placas em homenagem à 30 clientes que atuam  na capital Maceió. O chefe Wanderson Medeiros irá preparar um cardápio  especial com receitas típicas usando os produtos Pindorama. De acordo com Klécio Santos, as comemorações em forma de ação serão estendidas às regiões do Sertão, Agreste e Baixo São Francisco.

A Cooperativa

Considerada melhor modelo de reforma agrária no Brasil, a Cooperativa Pindorama contou com a mente visionária de Renné Bertholet para transformar-se na maior agroindústria do Nordeste. Com a força e o trabalho de famílias assentadas na região do Litoral Sul de Alagoas,  a Cooperativa é fruto de um empreendimento coletivo comandado por pequenos produtores.

Em 2003 a Cooperativa concretizou a realização de um antigo sonho dos colonos e diversificou ainda mais sua área de atuação, passando a produzir açúcar, além de dar continuidade à produções de sucos, etanol, derivados de coco e atualmente balas e laticínios.

Fonte: Assessoria / BCCOM Comunicação

Comentários

MAIS NO TH