Cooperativas

7 de novembro de 2016 12:00

Trabalhadores em cooperativas elegem nova diretoria de sindicato

Nova diretoria do Sintracoop-AL assume compromisso de começar a escrever nova história junto ao sistema cooperativista

O sindicato é de suma importância na vida dos trabalhadores, já que, um dos seus maiores objetivos é a busca por melhores salários, melhores condições de trabalho que permitem ao trabalhador e a sua família viver com dignidade. O sindicato procura defender e garantir os direitos legais dos trabalhadores.  É com este foco que a nova diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Cooperativas e Companhia Agrícolas, Agropecuária e Agroindustriais de Crédito e de Consumo no Estado de Alagoas – Sintracoop-AL, assume os trabalhos com o compromisso de, a partir de agora, começar a escrever uma nova história junto ao sistema cooperativista. “Vamos implementar aqui no estado de Alagoas o sindicalismo de resultados. Para isso, pedimos aos companheiros trabalhadores em cooperativas que participe e valorize o seu sindicato”, afirma Raphael Miguel da Silva presidente eleito do Sintracoop-AL.

A assembleia com os trabalhadores que elegeu e deu posse a nova diretoria aconteceu na manhã do último sábado dia 5 de novembro na sede do sindicato localizada na Rua Regina Cordeiro de Lins, 80 – Bairro Gruta de Lourdes em Maceió – Alagoas. A escolha da nova diretoria atendeu o que pede o artigo 53, §1º, do Estatuto Social do sindicato que diz que a eleição ocorrerá mediante escrutino secreto e poderão ser instaladas mesas coletoras, além do local da realização da assembleia, na sede, subsedes, delegacias sindicais e mesas itinerantes nos locais de trabalho, recordando que somente teve direito a voto, os trabalhadores quites com a tesouraria do sindicato.

DIRETORIA

A nova diretoria do Sintracoop-AL eleita para o mandato de 4 anos, iniciando em 5/11/2016 à 4/11/2020 ficou assim composta: Presidente Raphael Miguel da Silva da cooperativa de Recicladores de Maceió, Vice-Presidente Cleverton Soares Dules da cooperativa de Trabalho Médico – Unimed Metropolitana Arapicara, Secretário Geral Nelson Francisco do Nascimento Filho da cooperativa Educacional de Maceió, Secretário de Finanças Narson Teixeira dos Santos da cooperativa Regional dos Produtores de Açúcar e Álcool de Alagoas, Secretário de Assuntos Sindicais Regionais Johnny Capitulino Brotas da cooperativa de Crédito Mutuo dos Servidores na União nos Estados de Alagoas – SICOOB-Leste, Secretário de Previdência e Relação de Trabalho Fernando da Silva Junior da cooperativa de Economia e Crédito Mutuo dos Servidores e Membros do Poder Judiciário do Ministério Público – JUISCRED, Secretário de Educação Yara Pereira de Souza da cooperativa de Trabalho Médico – Unimed Maceió, Conselho Fiscal: Fernando Antônio Farias da Silva da cooperativa Regional dos Produtores de Açúcar e Álcool de Alagoas, Andreia Maria dos Santos da cooperativa Educacional de Maceió, Antônio Dias da Silva Junior da cooperativa Regional dos Produtores de Açúcar e Álcool de Alagoas, Josélia Maria Brandão da cooperativa de Trabalho Médico – Unimed Maceió e Rosimary Paixão dos Santos da cooperativa Educacional de Maceió.

O novo presidente do Sintracoop-AL, Raphael Miguel ressalta que todos os trabalhadores em cooperativas do estado pode e deve conhecer a nova estrutura do sindicato localizada na Rua Regina Cordeiro de Lins, 80 – Bairro Gruta de Lourdes em Maceió – Alagoas, telefone (82) 3316 – 8225 ou (82) 99970-5395. Ele ressalta que os trabalhadores e a comunidade em geral também podem acompanhar os trabalhos que serão desenvolvidos pela nova diretoria através do site oficial do sindicato no www.sintracoopal.com.br. “Os companheiros trabalhadores também podem entrar em contato, mandando seus anseios e reivindicações através do endereço eletrônico [email protected]”, ressalta Raphael.

REPRESENTATIVIDADE

O sindicato deve defender os direitos e interesses coletivos ou individuais da categoria, inclusive em questões judiciais ou administrativas. A contribuição é fixada pela assembleia geral e, no caso de categoria profissional, o subsídio é descontado em folha. Uma demonstração da representatividade dos sindicatos é a participação obrigatória dessas entidades nas negociações coletivas de trabalho. Mas o que mostra a força e, principalmente, a autonomia do sindicato é a proibição de demitir empregado sindicalizado a partir do registro da candidatura a cargo de direção ou representação sindical. Se eleito, ainda que suplente, o empregado também não pode ser dispensado até um ano após o final do mandato, a não ser que cometa falta considerada gravíssima.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH