Cidades

30 de novembro de 2021 16:56

Professora revela prazer de atuar na Educação Especial  de Santa Luzia do Norte/AL   

Os alunos atuam com jogos lúdicos, esquema corporal, sequência lógica, oficinas de leituras, pareamento, pistas visuais, entre tantas outras, priorizando o uso da tecnologia e o currículo social

↑ Entre alunos, Simone Hipólito mostra trabalho via Oficina Culinária

Além da evolução alcançada no serviço de Saúde do município ao longo desses pouco mais de três anos de governo, cuja cidade ganhou destaque nacional agora em 2021, com a campanha contra a Covid-19, pelo fato de ter sido a pioneira em Alagoas a concluir a vacinação em toda faixa etária adulta, a Prefeitura de Santa Luzia do Norte, também celebra com sucesso os investimentos na Educação. “As escolas municipais têm adotado estratégia de trabalho, a fim de atrair os alunos a se manter nas salas de aulas, sobretudo motivados pelas aulas dinâmicas e todo apoio de merenda e transporte oferecidos pela Prefeitura, sem falar nas acomodações favoráveis” disse um assessor.

Nas escolas Dr. José Paulino de Brito e Santa Luzia de Siracusa, a professora   Maria Simone Hipólito, ela que é Pós-Graduada em Psicopedagogia e em Análise do Comportamento Aplicada “ABA”  atua no Atendimento Educacional Especializado (AEE), nas salas de Recursos Multifuncionais. Revela que se sente realizada com os trabalhos desenvolvidos. “Eles são apenas diferentes, mas cada um com sua particularidade e limitação, conseguem captar e desenvolver coisas boas, seguindo a metodologia aplicada, pois  estou sempre criando algo que os chame atenção, tudo isso dentro de uma programação do contexto científico das atividades estruturadas” afirma.

Ainda segundo a professora Simone Hipólito, seus alunos adoram as Oficinas de Culinária de Alimentação Saudável.  “Trabalhamos várias outras atividades, como por exemplo: jogos lúdicos, esquema corporal, sequência lógica, oficinas de leituras, pareamento, pistas visuais, entre tantas outras, priorizando o uso da tecnologia e o currículo social, para atender a demanda de distorção de idade no atendimento” pontua a educadora, revelando que gratificante ouvir as declarações de agradecimento dos pais e o sorriso no rosto de cada um de seus alunos. “É gratificante também ter um prefeito, como Márcio Lima e a secretária de Educação, Luiza Vasconcelos Romeiro nos dando todas as condições” finaliza.

 

 

Fonte: Edmílson Teixeira

Comentários

MAIS NO TH