Cidades

24 de novembro de 2021 09:47

Reeducandas fazem mamografia preventiva em ação de combate ao câncer de mama

Seleção feita pela equipe de saúde do Presídio Feminino Santa Luzia levou em consideração idade e histórico médico

↑ Mais de 20 reeducandas realizaram exames no Sesc Poço, em Maceió (Foto: Assessoria)

Promover a conscientização sobre o câncer de mama, proporcionar acesso aos serviços de diagnóstico e, quando necessário, de tratamento são atividades desenvolvidas pela Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) no que se refere à saúde da mulher presa. Nesse sentido, a gestão prisional proporcionou, no último sábado (20), um mutirão para exames de mamografia a reeducandas do sistema prisional.

A ação – realizada em parceria com a deputada estadual Jó Pereira e o Serviço Social do Comércio (Sesc) –  aconteceu no Sesc Poço, em Maceió, e foi destinada a 23 custodiadas. A chefe da unidade feminina, policial penal Geórgia Hilário, explicou como ocorreu a seleção para o exame. “A seleção das reeducandas foi feita pela enfermeira e médica ginecologista da unidade prisional e teve como critério a faixa de idade e o histórico médico”, disse.

“Esta é uma ação muito importante, já que estamos trabalhando a prevenção ao câncer de mama, com foco nos cuidados em torno da saúde da mulher”, completou a gestora, destacando o trabalho que mobilizou as equipes do Presídio Feminino Santa Luzia e do Grupamento de Escolta, Remoção e Intervenção Tática (Gerit), além de policias penais da unidade.

A deputada estadual Jó Pereira, por sua vez, destacou o apoio da Seris e a importância de se realizar campanhas como esta. “O Outubro Rosa é muito importante para dar visibilidade à questão do câncer, principalmente ao câncer de mama e ao do colo uterino, que podem ser prevenidos. E se diagnosticados precocemente, as chances de cura são enormes”, disse.

“Porém, é necessário irmos um pouco além, proporcionando os exames necessários para que este diagnóstico precoce aconteça. Trazer isso para as mulheres que estão no presídio é permitir que elas acessem um serviço de saúde importante para todas nós”, emendou a parlamentar.

Sobre o exame

A mamografia é um exame importantíssimo para a saúde da mulher e deve ser feito, anualmente, a partir dos 40 anos de idade. O exame de diagnóstico por imagem avalia o tecido mamário para verificar se há presença de anormalidades.

Caso a paciente tenha histórico familiar da doença ou alguma alteração nas mamas, esta deve avaliar juntamente com o médico a necessidade de realização do exame mais precocemente.

O diagnóstico precoce pode ajudar a reduzir o número de mortes pela doença. Medidas como o autoexame das mamas regularmente é uma forma de acompanhar e verificar como anda a saúde.

Como fazer o autoexame

Indica-se fazer o autoexame nas mamas sete dias após o inicio da menstruação. Após a menopausa, deve-se escolher um dia por mês para fazê-lo. O exame pode ser feito em frente ao espelho, em pé ou deitada. Confira o passo a passo:

Em pé, em frente ao espelho ou no banho:

1) Levante seu braço esquerdo e apoie-o sobre a cabeça;

2) Com a mão direita esticada, examine a mama esquerda;

3) Divida o seio em faixas e analise devagar cada uma dessas faixas. Use a polpa dos dedos e não as pontas ou unhas;

4) Sinta a mama;

5) Faça movimentos circulares, de cima para baixo;

6) Repita os movimentos na outra mama.

Deitada:

1) Coloque uma toalha dobrada sob o ombro direito para examinar a mama direita;

2) Sinta a mama com movimentos circulares, fazendo uma leve pressão;

3) Apalpe a metade externa da mama (é mais consistente);

4) Apalpe as axilas;

5) Inverta o procedimento para a mama esquerda.

Caso sinta algum nódulo ou mudança na textura ou tamanho, procure um médico ginecologista. Ele realizará o exame clínico da mama e poderá solicitar também a mamografia.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH