Economia

26 de outubro de 2021 10:22

Em parceria com o Sebrae Alagoas, Expoagro 2021 é aberta oficialmente

Exposição conta com leilões, palestras, apresentações, diversos eventos, além do estande do Sebrae para expor produtos e serviços de micro e pequenos negócios.

↑ Foto: Assessoria

Já considerado o maior evento do agronegócio do Nordeste em faturamento, a Exposição Agropecuária de Produtos e Derivados de Alagoas, a Expoagro 2021, promovida pela Associação dos Criadores de Alagoas (ACA) com o patrocínio do Sebrae Alagoas e parceiros, foi aberta oficialmente na noite de domingo (24), no Parque da Pecuária, em Maceió.

O evento, que vai reunir cerca de 800 animais de raças bovinas, equinas e ovinas, terá leilões de gados, exposição de animais e horta agroecológica, além de palestras, apresentações culturais e várias opções de lazer para os visitantes. O parque conta com dez pavilhões para exposição de bovinos, além de 96 baias para ovinos e outras 256 para equinos. A 71ª edição da Expoagro deve movimentar mais de R$ 20 milhões até o dia 31 de outubro.

Durante a solenidade de abertura, o presidente da ACA, Domício Silva, destacou a importância do apoio do Sebrae Alagoas ao agronegócio local e ao evento.

“São 71 anos de história. Tudo o que acontece aqui é fruto de muita dedicação e empenho desses produtores rurais e criadores do estado de Alagoas. Gostaria de fazer um agradecimento a todos que fazem o Sebrae, da diretoria, passando pelo conselho até os colaboradores. Digo muito e não canso de repetir: tudo o que há de bom em Alagoas tem a mão do Sebrae. Seja no comércio, na indústria, na agricultura, nas cooperativas e na agricultura familiar. O Sebrae está de parabéns. Muito obrigado pelo apoio para a realização da Expoagro”, afirma.

O diretor técnico do Sebrae Alagoas, Vinícius Lages, celebrou o fato de poder participar de uma versão presencial da Expoagro, seguindo todos os protocolos sanitários e com a realização de algumas atividades híbridas como o Encorte e alguns leilões, mostrando um pouco da diversidade de ações do Sebrae no agronegócio e ressaltando a força da pecuária alagoana.

“Somos parceiros históricos da Expoagro, que é uma verdadeira vitrine tecnológica de inovação da pecuária brasileira. Podemos ver isso no padrão que encontramos aqui, como no leilão dos Irmãos Barros Correia, que contou com o recorde de R$ 3,2milhões em vendas realizadas, mostrando que o padrão do Nelore alagoano é um dos melhores do mundo”, pontua.

Lages também lembrou a variedade de atrações envolvendo micro e pequenas empresas, o campo e a cidade, atraindo públicos diversos. “A Expoagro também atrai pessoas que não estão totalmente envolvidas com o setor. É uma festa do agro alagoano e traz um público diversificado, como as famílias, fazendo a aproximação do campo com a cidade. Os produtores estão em uma fase positiva, com o mercado positivo. Tem tudo para ser uma das melhores exposições de toda a história”, conclui.

Já o secretário de Agricultura de Alagoas, Maykon Beltrão, lembrou que a Expoagro traduz bem a força do agronegócio, sendo o setor que mais emprega no Brasil e no estado, ajudando a fortalecer a economia do país. Ele também falou da sensação em participar de mais uma edição do evento.

“Estou muito feliz em poder participar, trabalhar, fazer parcerias com os expositores e criadores do nosso estado. Meu pai me trazia quando eu era criança, eu participava quando era jovem, adolescente e hoje trago os meus filhos. Todos estão de parabéns por trazer o melhor da genética, os melhores animais, palestras e novas tecnologias para melhorar o rebanho sem deixar a tradição de lado, trazendo elementos como a cavalhada que acabamos de ver aqui”, pontua.

A deputada estadual Jó Pereira também aproveitou a abertura para ressaltar a relevância do Sebrae na agricultura, pecuária local e outros setores. “O Sebrae é uma instituição importante não apenas para o agronegócio, mas para todas as cadeias produtivas em Alagoas e tem contribuído decisivamente para que todas elas tenham acesso à tecnologia, possam estruturar seus negócios e tenham acesso ao crédito. Parabéns ao Sebrae pelo trabalho desenvolvido no estado. Participei de uma reunião do Conselho e vi de perto como as coisas acontecem de forma planejada e democrática por lá. Me coloco à disposição para ajudar com demandas que o parlamento alagoano pode contribuir”, finaliza.

Estande do Sebrae

O estande do Sebrae Alagoas na 71ª Expoagro já contempla diversos setores da economia alagoana, como gastronomia, Economia Criativa, energias alternativas, além dos clientes do Programa Alagoas Maior, Programa AgroNordeste e da metodologia de aceleração de empresas Salto Aceleradora. Lá, também são apresentados negócios atendidos por projetos da própria instituição nas áreas de agronegócios, indústria e comércio.

O espaço conta com empresas que oferecem café regional, tapioca, pastel e pães especiais. Uma cervejaria artesanal e uma cachaçaria também ajudam a compor o ambiente. O setor de laticínios traz negócios com degustação de queijos diversos, iogurtes e bebidas lácteas.

Diretor superintendente do Sebrae Alagoas, Marcos Vieira destaca a importância do estande do Sebrae para as micro e pequenas empresas, produtores rurais, associações e cooperativas participantes.

“Estamos com um espaço que dobrou de tamanho. Antes, tinha cerca de 200 m², agora, tem pouco mais que 400 m², com 41 expositores que estão felizes porque mesmo ainda no início da Expoagro já venderam boa parte de seus produtos e já terão que repor estoques. Isso demonstra um pouco do sucesso absoluto da presença do Sebrae como facilitador desses pequenos negócios. É com muita satisfação que estamos aqui colaborando com a ACA, nesta que é a melhor feira agropecuária do Nordeste e que deixa o Sebrae e os alagoanos cheios de orgulho”, concluiu.

A 71ª edição da Expoagro é promovida pela ACA e Organização Arnon de Mello (OAM), em parceria com diversas instituições como Sebrae Alagoas, Governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura (Seagri), Prefeitura de Maceió, Governo Federal, Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Alagoas (Faeal), Banco do Nordeste, Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea) e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar Alagoas).

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH