Cidades

19 de junho de 2021 18:10

Ação conscientiza moradores sobre descarte irregular de lixo em Maceió

Iniciativa é do vereador Cal Moreira em parceria com a Sudes

↑ Foto: Assessoria

Uma ação de conscientização sobre o descarte irregular de lixo busca educar moradores de comunidades carentes da capital alagoana. O projeto leva profissionais da Superintendência Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Sudes) e voluntários para instruir os habitantes sobre os riscos que essa prática traz.

A execução dessa atividade é exercida através de uma parceria entre o vereador Cal Moreira (PSC) e a prefeitura de Maceió. Nas comunidades, as equipes designadas para o trabalho vão de porta em porta para conversar com os moradores.  Um material didático que explica sobre os malefícios do descarte irregular de lixo também é distribuído para os residentes das regiões carentes.

O projeto busca coibir o descarte incorreto dos dejetos, que contribuem para a proliferação de doenças e do mosquito Aedes aegypti, que carrega os vírus da dengue, da Zika e da Chikungunya. Além disso, jogado de forma irregular, o lixo pode causar o acúmulo de água em córregos e rios, provocando inundações e enchentes. “Os moradores precisam se educar na forma em como descartam o lixo. Toda vez que chove em Maceió vemos tristes situações de pessoas que tiveram suas casas invadidas pelas águas dos córregos, principalmente nas regiões do Feitosa e do Jacintinho.”, comentou Cal Moreira.

Uma das ações aconteceu na grota no Neno, no bairro do Feitosa, onde as enchentes castigam os moradores devido ao acúmulo de lixo nos córregos. De acordo com o vereador, o acúmulo de lixo é um dos principais fatores que causam o transtorno, “Basta cair uma chuva e pronto, o estrago está feito. Mas estou certo que com essa ação de conscientização, os residentes dessas áreas entendam a necessidade de jogar os dejetos nos locais corretos para evitar que isso aconteça.”, pontuou o parlamentar.

Ainda segundo Cal, o projeto está em expansão e pretende atender mais áreas da capital alagoana. A expectativa é que com essa ação de educação os transtornos diminuam e a população possa ficar mais tranquila nesse período chuvoso.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH