Cidades

15 de junho de 2021 10:37

Vítimas da Braskem fazem ato público em frente ao MPF

Moradores e empreendedores dos bairros afetados pela extração de sal-gema da petroquímica pedem justiça

↑ Moradores e empreendedores afetados pelo crime socioambiental protestam nesta terça-feira (15/6) l Foto: Edilson Omena

Vítimas da Braskem realizam um ato público na manhã desta terça-feira (15), na Avenida Juca Sampaio, no Barro Duro, em frente ao prédio do Ministério Público Federal em Maceió com o objetivo de solicitar a revisão dos termos do acordo firmado entre a indústria petroquímica, os Ministérios Públicos e as Defensorias Públicas, a fim de que se garantam indenizações rápidas e justas para moradores e empreendedores afetados pelo crime socioambiental.

A manifestação foi organizada pela Associação dos Empreendedores no Pinheiro e Região Afetada e o Movimento Unificado das Vítimas da Braskem.

Vítimas da Braskem fazem ato público em frente ao MPF

Vítimas da Braskem fazem ato público em frente ao MPF l Foto: Edilson Omena

“Queremos justiça diante dessa tragédia que já se configura como o maior desastre urbano em curso no mundo”, gritam durante a manifestação.

Vítimas da Braskem fazem ato público em frente ao MPF

Foto: Edilson Omena

 

Fonte: Tribuna Hoje

Comentários

MAIS NO TH