Cidades

20 de abril de 2021 07:47

Após chuvas, Fernão Velho pede socorro

Segundo liderança, água tem vindo pela barreira e causado transtornos à população

↑ Crateras surgiram no bairro de Fernão Velho depois do temporal registrado nas últimas semanas (Foto: Edilson Omena)

“Fernão Velho pede socorro”. É assim que o líder comunitário do bairro Laerte da Silva define a situação que os moradores da região vêm enfrentando. Segundo ele, a cada chuva o saldo é de destruição, alagamentos e muita preocupação. Os moradores denunciam também que mesmo sem chuva a água continua descendo pela barreira.

“Não pode chover 10 minutos que o bairro inteiro alaga, para ônibus, para VLT e ficamos ilhados. A situação se arrasta há muitos anos e agora com essa chuva piorou demais. Além disso, mesmo quando estia a água continua descendo da mata, e água ilegal que vem de conjuntos que ficam na parte de cima”, desabafa o morador.

Na semana passada durante os dias de chuva intensa, a Defesa Civil de Maceió chegou a interditar os dois sentidos da Ladeira que dá acesso ao bairro. Laerte conta que a água que escoa para Fernão Velho vem provocando estragos.

“São dias de agonia, cada vez que chove a gente fica apreensivo e as ruas ficam inundadas, não tem por onde escorrer. As galerias ficam tomadas pela água da chuva dos condomínios da parte e cima, Colina, Medeiros, a água está destruindo as galerias, com as ruas, descendo pela porta da Escola. E não afeta só Fernão Velho, afeta o ABC também é lá tem barreiras onde o risco é bem maior. É uma preocupação muito grande”, afirma.

O presidente da associação de moradores de Fernão Velho, Everton Matos afirma que os moradores estão em pânico. “Todo mundo já dorme com medo da chuva, os moradores ficam em pânico. A água entra nas casas. É muito difícil”, conta.

A alternativa encontrada pelos moradores foi realizar um mutirão e adentrar as matas que dão acesso ao bairro para identificar a origem da água.

“Fizemos uma fiscalização nós mesmos, andamos 40 minutos mata adentro e flagramos a água descendo como uma cachoeira mesmo sem chuva. Precisamos saber de onde está vindo e que o poder público tome providências. Vamos acionar o MP, Sedet e IMA para que a situação seja resolvida”, afirma Laerte.

Técnicos serão enviados para inspeção no local

 

Procurada, a Prefeitura de Maceió por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra) afirmou que deve enviar equipes ao bairro verificar as denúncias.

“A Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra) informa que irá encaminhar, o mais breve possível, uma equipe técnica até o bairro do Fernão Velho, para que o problema seja avaliado. A Infraestrutura destaca ainda que tem se empenhado de maneira diária para atender os transtornos causados pelas chuvas no bairro”.

Ainda de acordo com a Prefeitura desde o início das chuvas houve diversos chamados de moradores do bairro e ações para minimizar os efeitos.

“De quinta-feira até hoje (ontem) fizemos quatro atendimentos no bairro, fomos lá acompanhados da Seminfra, da Sedet, do Secretário de Governo. O prefeito JHC também esteve no local e assegurou soluções para o problema”, afirmou a Prefeitura.

O prefeito JHC visitou a localidade na quinta-feira (15) e esteve na ladeira do bairro histórico de Fernão Velho, que foi interditada de forma preventiva após deslizamentos causados pelas fortes chuvas que atingiram Maceió. Segundo o site da Prefeitura, o prefeito conversou com moradores e assegurou soluções para os problemas do bairro.

 

Fonte: Tribuna Independente / Evellyn Pimentel

Comentários

MAIS NO TH