Cidades

3 de março de 2021 13:38

Impactos positivos no Vergel marcam abertura do 3º Seminário de Economia Circular

Evento, que marca a finalização do projeto Maceió Mais Inclusiva, teve início nesta terça, 2, e continua até a quinta, 4

↑ Bairro do Vergel do Lago (Foto: Edilson Omena)

O Projeto Maceió Mais Inclusiva realizou nesta terça-feira, 02/03, o primeiro dia de debates do 3º Seminário de Economia Circular – Legados do projeto Maceió Mais Inclusiva. O evento, que é transmitido via internet, foi iniciado em meio a expectativas pela continuidade das ações iniciadas no projeto, por meio de uma construção coletiva e integrada, com o amplo uso da Socioeconomia Circular na promoção de justiça social e nos impactos positivos na comunidade.

As mesas de debates contaram com a participação de representantes do arranjo institucional do projeto (Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Sustentabilidade, o IABS, BID Lab, Braskem e prefeitura de Maceió), especialistas em Economia Circular e moedas sociais, além de falas inspiradoras de moradores da própria comunidade. O marco do dia foi relacionado aos desafios superados pelo projeto Maceió Mais Inclusiva desde seu início, em 2017, e em como é necessária uma continuidade nas ações iniciadas para gerar cada vez mais renda para a comunidade, sempre com redução do impacto ambiental e inclusão daquela cadeia produtiva em mercados locais, nacionais e até internacionais. 

Foi unânime, nas falas dos participantes, a resiliência de todos os envolvidos para que o projeto conseguisse resultados de impacto, tanto em relação a estudos realizados sobre cadeia produtiva do Sururu, quanto diversas inovações a partir da utilização de suas cascas, como o Cobogó Mundaú, texturas de parede, arandelas e até estofados.

O Seminário prossegue nesta quarta-feira, 03/03, com discussões sobre empresas sociais e negócios de impacto e o potencial do sururu (molusco que é a grande estrela que está permitindo uma inserção socioprodutiva local, soluções sustentáveis para seu cultivo e garantia de segurança alimentar). Parceiros importantes que se envolveram na trajetória do Projeto se somam aos debates, como o arquiteto Marcelo Rosenbaum, do A Gente Transforma, Scheila Orlandi, do grupo Portobello, e Manoel da Silva, do Aky Estofados. 

A programação completa pode ser acessada aqui. As discussões do primeiro dia do seminário já estão disponíveis no canal do IABSTV

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH