Cidades

2 de março de 2021 14:25

É falso que hospital privado de Maceió venda doses de vacinas contra a Covid-19

Mensagem de WhatsApp afirma que o Veredas, hospital localizado na capital, oferta imunização ao público

↑ (Imagem: Agência Alagoas)

Circula no WhatsApp uma imagem, de origem desconhecida, com informações sobre a suposta venda de vacinas contra a Covid-19 no Hospital Veredas, localizado em Maceió. A mensagem é falsa e foi desmentida pela própria unidade privada.

Amplamente compartilhada em grupos de WhatsApp, a mensagem fake diz: “Prezados clientes, é com enorme satisfação que anunciamos o início dos agendamentos para vacinação particular contra a Covid-19. Somente 110 vagas por dia! Agende agora seu horário”.

O conteúdo falso ainda traz possíveis valores das vacinas: R$ 225,00 a Coronovac, do laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, e R$ 295,00 a Pfizer, desenvolvida pela farmacêutica norte-americana em parceria com a empresa de biotecnologia alemã BioNtech.

Em nota, o Hospital Veredas afirma que a mensagem é falsa e tenta veicular o nome do Hospital “de maneira criminosa”:

“Alertamos que os nossos canais de informação são de conhecimento público e somente por meio deles nos comunicamos. Em razão disto, alertamos a sociedade para que fique atenta e procure checar a origem das mensagens que chegam com propósitos inconfessáveis”, menciona a nota assinada pelo chefe de gabinete da direção do hospital, Marcos Pedrosa.

Ainda segundo o hospital, as providências junto às autoridades da Segurança Pública, em âmbito estadual e federal, estão sendo tomadas.

Vale ressaltar que a venda de imunizantes contra o novo coronavírus não foi autorizada no Brasil e só deve ser liberada para comercialização após atendimento de parte do Sistema Único de Saúde (SUS). Em nota, a Associação Brasileira das Clínicas de Vacina reiterou que não há, até o presente momento, nenhuma marca de vacina sendo comercializada no Brasil pelas clínicas privadas. Confira a nota na íntegra.

Compra de vacinas pelo Estado

Há uma semana, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que Estados e Municípios podem comprar e fornecer à população vacinas contra a Covid-19. No dia seguinte, quarta-feira (24), o governador Renan Filho afirmou que, se houver imunizantes à venda, o Governo de Alagoas vai adquiri-los com recursos próprios e que já há orçamento provisionado para este fim.

Alagoas Sem Fake

Com foco no combate à desinformação, a editoria Alagoas Sem Fake verifica, todos os dias, mensagens e conteúdos compartilhados, principalmente em redes sociais, sobre assuntos relacionados ao novo coronavírus em Alagoas. O cidadão poderá enviar mensagens, vídeos ou áudios a serem checados por meio do WhatsApp, no número: (82) 98161-5890. Clique aqui para enviar agora.

Fonte: Agência Alagoas

Comentários

MAIS NO TH