Cidades

27 de janeiro de 2021 13:56

KIZOMBA – Arte, Cultura e Gastronomia Afro-brasileira

Ação integra a programação do Projeto Vamos Subir a Serra Edição Especial destacando sabores, aromas e musicalidade afro, das 17h às 22h na Praça Multieventos

↑ (Imagem: Assessoria)

A ação Kizomba – Arte, Cultura e Gastronomia Afro-brasileira, que foi contemplada no Prêmio Dinho Oliveira de Produção Cultural, um dos editais da Secretaria de Estado da Cultura (Secult) com recursos da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc será um dos destaques na programação do VAMOS SUBIR A SERRA, que acontece de 28 a 31 de janeiro na Praça Multieventos, orla da Pajuçara em Maceió, considerado um dos maiores projetos afro-culturais do Brasil e do calendário sociocultural e turístico de Alagoas.

Ao lado da tenda Zumbi dos Palmares, o público irá conferir das 17h às 22h, uma variedade de pratos típicos ao preço único de R$ 15, comercializados por afro-empreendedores individuais: Coisa de Baiano: combo de acarajé/abará/bolinho de estudante; Caldinho de Mainha: combo de caldinhos (feijão, calabresa e bacon, bobó de camarão); Delícias da Tia Célia: combo de sururu, arroz e farofa de dendê; Petiscaria Vegana: combo de bolinho de feijoada, croquete de moqueca e molho lambão; Bassé da Mari: combo de xinxim de galinha, arroz e picles de pimenta de cheiro; Ọkàn: combo de escondidinho de amalá, escondidinho de quibebe e escondidinho vegano de moqueca de caju; Bangalelê: tilápia empanada na cerveja, vinagre de maxixe e xinxim de bofe com camarão defumado; Ajeum Comedoria: combo de arrumadinho de feijão fradinho, farofa, vinagrete e churrasco (carne, frango, linguiça toscana e queijo coalho); e Açaí Brasil: açaí.

A partir das 20h acontecerão apresentações culturais no palco, definidas por noites temáticas: quinta-feira com a Roda de Todos os Sambas (Samba de Roda Posú Beta / Chorinho Wellington Pinheiro / Igbonan Rocha e Samba de Nêgo); Sexta do Sagrado (Afoxé Odoyá / Grupo Malungos / Afoxé Povo de Exú); Sábado das Yabás (Nara Cordeiro / Maju Shanii / Naná Martins); e no domingo a Ciranda Afro (Afro Dendê / Joel Psirico / Afro Afoxé).

Realizado há três anos, o projeto VAMOS SUBIR A SERRA é assinado pelo Centro de Cultura e Estudos Étnicos Anajô, entidade do movimento negro alagoano, e conta com recursos de emenda parlamentar do então deputado federal JHC, por meio da Fundação Cultural Palmares (FCP), além do apoio da Prefeitura de Maceió através da Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC).  Toda a programação pode ser conferida nas redes sociais, pelo instagram @vamossubiraserra e na página https://www.facebook.com/vamosSubiraSerra.

Os protocolos de segurança contra a covid-19 (coronavírus) e de vigilância sanitária serão rigorosamente cumpridos, como o uso obrigatório da máscara de proteção individual, verificação da temperatura e disponibilidade do álcool em gel, dentre outros. O projeto é destinado à valorização da população afro-brasileira, ao pertencimento étnico-racial e combate ao racismo. Todas as atividades são gratuitas.

VAMOS SUBIR A SERRA por dignidade, respeito e reconhecimento do povo negro!

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH