Interior

26 de setembro de 2020 22:50

Comissão propõe plano de retomada das visitas no Presídio do Agreste

OAB e Defensoria Pública propuseram meios alternativos para as visitas

↑ Desde o início da pandemia que as esposas dos reeducandos não realizam visitas Foto: reprodução

Após reunião ocorrida, na tarde desta sexta-feira (25), no Presídio do Agreste, em Girau do Ponciano, representantes da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Defensoria Pública e familiares dos reeducandos irão encaminhar, nesta segunda-feira (28), um ofício à Secretaria de Estado de Ressocialização e Inclusão Social (Seris), propondo uma estratégia alternativa para a retomada das visitas no estabelecimento prisional.

A reunião foi solicitada pelas esposas e companheiras dos reeducandos. Desde o início da pandemia da Covid-19 que as visitas foram suspensas na unidade.

A Comissão de Direitos Humanos da OAB foi representada no encontro pelos advogados Márcio Roberto Lima e Inaldo Valões. O coordenador regional da Defensoria Pública, André Chalub, também participou da reunião juntamente com o subchefe do Presídio do Agreste, Evaldo Santos, além da comissão formada pelas esposas e companheiras dos reeducandos.

Com o anúncio da mudança da fase amarela para azul nas cidades do Agreste, devido à pandemia da Covid-19, elas reivindicam o retorno das visitas de forma gradual, como ocorre em outras unidades da federação.

Novos protocolos

Durante as alegações, foi colocada uma justificativa de que, diferentemente das penitenciárias da capital, o Presídio do Agreste tem uma estrutura diferenciada e de que ainda não há estudo no local, pelo órgão técnico responsável, quanto à viabilidade de retorno das visitas.

Os representantes da Defensoria Pública e da Comissão de Direitos Humanos da OAB solicitaram que fosse realizado o estudo quanto à viabilidade do retorno das visitas no presídio e, em caso de negativa do retorno presencial no momento, foram apresentadas propostas alternativas, como a realização de videoconferência, visita no parlatório (por interfone) e até mesmo gravação de vídeos e envio aos familiares dos reeducandos.

A reportagem da Tribuna Hoje apurou que, após as tratativas na reunião, nesta segunda-feira (28), será entregue um ofício à Secretaria de Estado de Ressocialização e Inclusão Social (Seris), para que seja apresentado um novo protocolo acerca da retomada das visitas aos reeducandos no Presídio do Agreste.

Fonte: Davi Salsa Sucursal Arapiraca

Comentários

MAIS NO TH