Entretenimento

26 de setembro de 2020 08:58

Banda Garota Sertaneja anuncia nova fase e apresenta cantora Laís Araújo

A nova garota da banda vem acompanhada de música nova e conversou com o D&A sobre o novo ciclo do grupo

↑ Maceioense Laís Araújo é mais nova cantora da banda Garota Sertaneja (Foto: Talita Farias / Divulgação)

Revelação do sertanejo, a banda alagoana Garota Sertaneja entra em um novo momento. É dessa maneira que a banda resolveu anunciar a chegada da mais nova integrante do time: Lais Araújo. A cantora chega para fazer dupla com Amanda Guimarães. E para celebrar, ela já chega com uma nova canção que recebeu o nome de ‘Quem é ela’. O single, assinado pelos compositores Cay Sodré/Kayky Ventura, promete dar o pontapé inicial do novo momento da Garota Sertaneja e ganhou um videoclipe, que está disponível  no canal da dupla no YouTube.

Garota Sertaneja nasceu há sete anos e é conhecida por sua característica em fugir do tradicional formato de duplas sertanejas em que se divide em primeira e segunda voz. Com Amanda & Lais as músicas saem em perfeita harmonia. A banda saiu em turnê pelo país com shows para grandes públicos, como no Festival de Barretos, em 2017, e os tradicionais São João de Caruaru e Campina Grande.

A banda inovou e mostra autenticidade começando pelo formato, banda. Ao contrário do que vinha sendo difundido pelos tradicionais sertanejos, sempre em duplas, com primeira e segunda voz, ou cantores solos, a Garota Sertaneja conta com duas cantoras, que se revezam entre primeira e segunda voz e interagem juntas com o público.

Tocando hits de arrocha, forró-pop (estilo Wesley Safadão) e versões sertanejas com um som moderno e dançante, as meninas utilizam o bordão “Mexeu com uma, mexeu com todas”, e cativa cada vez mais fãs em todo o território nacional. Garotas e garotos, sertanejos ou não, de todas as idades, identificam-se com o estilo leve das cantoras. A consolidação da banda fica clara pelo sucesso nas redes sociais, com um repertório que une humor e um pouco de revolução feminina intrínseca nas músicas, a banda conquista um público cada vez maior e fiel aos seus shows.

“Eu e Lais criamos uma sintonia e acabamos com a necessidade de 1º e 2º voz. Cantamos juntas e somamos a uma voz que não pode faltar: a do nosso público”, diz Amanda Guimarães, vocalista da Garota Sertaneja.

Já a recém-chegada na banda, Lais Araújo, falou sobre a alegria de poder fazer parte de um projeto que leva festa através da música, ao mesmo tempo que mostra como a mulher ganhou espaço num movimento formado por tantas duplas masculinas.

“Chego para dividir com muita expectativa e alegria o palco com Amanda. Já com clipe novo e muita vontade de cair na estrada e apresentar nosso trabalho para o público”, diz Lais.

O D&A conversou rapidamente com a nova cantora da banda por uma rede social. Lais Araújo, que já fez uma apresentação  como cantora da Garota Sertaneja, será apresentada oficialmente na próxima terça-feira (29) e falou da nova fase de sua carreira, das expectativas e da importância da existência de uma banda comandada por mulheres.

Como a música entrou na sua vida, como e quando você decidiu ser cantora? Quais estilos musicais já fizeram parte de seu repertório antes de ser uma Garota Sertaneja?

Vamos lá,  sou natural de Maceió. A música sempre esteve presente na minha vida, desde muito novinha. Na minha família tenho primos, tios, que são músicos, compositores etc… Lá em casa, a maioria das pessoas canta bem, ou toca algum instrumento. Então, cresci ouvindo música o tempo todo. Em todas as festas que a família se juntava, sempre rolava muita música. Sempre havia alguém cantando e dançando. Nesse caminho, comecei cantando na igreja, foi quando recebi a proposta, há quatro  anos,  para entrar em um projeto, no qual tornei-me oficialmente Laís Araújo. Foi minha carreira solo.  Assim, conquistei muitas coisas, cresci… Tornei-me conhecida na cidade, cantando em todas as casas de Maceió e também nas cidades vizinhas, abrindo shows grandes, para artistas nacionais, no ritmo do forró!

Como foi sua entrada no Garota Sertaneja e como está sendo esse novo momento da sua carreira?

Quando recebi o convite, fiquei muito lisonjeada. A Garota Sertaneja é uma banda que admiro demais o trabalho. Um projeto lindo, já consolidado. Meu coração é só gratidão! Estou chegando para somar e que possamos crescer ainda mais juntos. Estou com a ansiedade a mil!!!! Grata, e com todo gás. (risos)

Garota Sertaneja tem uma pegada de Girl Power, né ? Parece que a nova música “Quem é ela” fala um pouco disso,  da mulher se gostar, merecer e precisar ser  livre. É isso?

É isso aí!!! Fala da mulher livre, independente e empoderada!! Aquela que é linda em sua própria essência, livre de padrões. É isso que queremos mostrar, que somos diferenciadas e que podemos tudooo!!!!

Falando nisso como você analisa uma banda apenas com mulheres vocalistas?

É tão importante falar sobre isso! Cada vez mais a mulherada está buscando quebrar os padrões, os preconceitos. Nós estamos em todos os lugares, apesar de nem sempre sermos notadas. Me orgulho muito de estar à frente de uma banda, ao lado de uma mulher forte. Servindo como inspiração para tantas mulheres, ao lado da minha parceira, que é uma mulher incrível, e podendo falar por onde quer que estejamos, que nós podemos! Que juntas somos mais fortes, que elas não estão sozinhas e que podem ser o que quiserem. Porque somos livres, eu digo, que é representatividade!!!!

E o futuro, há planos de continuar na Garota, de alçar outros voos?

Cheguei para agregar na Garota! Que a gente possa construir um novo recomeço, para ambas as partes, e que seja incrível!!! Vêm muitas novidades por aí, muitos projetos lindos.

Fonte: Tribuna Independente

Comentários

MAIS NO TH