Cidades

3 de julho de 2020 11:46

Quilombada lança novos livros em Alagoas

Portal lança 15 títulos de novos autores e traz grandes autores alagoanos em nova promoção

↑ (Imagem: Divulgação)

O Portal de Livros Quilombada, que conta com mais de 300 títulos no seu catálogo, está lançando quinze novos títulos de autores alagoanos especialistas em literatura, psicologia, filosofia e direito; além de apresentar novas obras ou reedições de autores conhecidos, como Dirceu Lindoso, Douglas Apratto, Élcio Verçoza, Jorge Oliveira e Luiz Sávio de Almeida. Junto com os destaques o portal renova a promoção dos meses anteriores: 10% de desconto com entrega grátis nas compras acima de R$ 70 reais.

Funcionando há três anos, o portal trabalha com os livros editados pela Imprensa Oficial Graciliano Ramos, Editora Universitária da Universidade Estadual de Alagoas (EdUneal), publicações da editora do Cesmac, Viva Editorial, Mundo Leitura; distribuindo também livros de autores independentes.

O destaque vem da Editora da Universidade Estadual (Uneal), que relançou “Razão e cultura”, ensaios de Dirceu Lindoso sobre o fenômeno do Quilombo dos Palmares, a etno-sociologia de Gilberto Freyre e a sociologia agrária do alagoano Manuel Diégues Jr. A EdUneal, numa parceria com a Edufal, decidiu, também, publicar a 6ª edição da obra “Cultura e educação nas Alagoas” do professor Élcio de Gusmão Verçoza, considerada um clássico na área da educação e cultura do estado. A produção intelectual desses dois autores, falecidos recentemente, têm presença garantida na bibliografia de todos os cursos de história, sociologia e cultura alagoana.

Outro livro oportuno que a EdUneal resolveu relançar, neste momento de pandemia, é “Alagoas nos tempos do cólera”, Luiz Sávio de Almeida, autor conhecido por suas análises da história e sociologia alagoanas. Nesta obra, Sávio trata da epidemia de cólera no século XIX que se abateu sobre a população alagoana. Outra obra lançada pela EdUneal aborda o rio São Francisco, um tema inesgotável para os nordestinos. “Um rio sem história?” é um livro organizado por Antônio Fernando de Araújo Sá e Vanessa Maria Brasil, que resgata aspectos da longa presença deste rio na vida dos alagoanos. A obra de Zizito Guedes “Arapiraca através dos tempos” também compõe o acervo da Eduneal  e está disponível para aquisição. O livro traça o perfil histórico da cidade de Arapiraca.

A editora do Cesmac, em parceria com a Edufal,  resolveu trazer duas boas novidades, com o relançamentos da 4ª edição da obra “Tragédia do Populismo”, de Douglas Apratto Tenório, visto como um clássico da historiografia contemporânea de Alagoas, tratando da política local, entre os anos 1930-1960, e um lançamento de um jovem pesquisador Gilberto Barbosa que escreveu  “Crônicas de Limoeiro: o diálogo dos povos”, uma visita ao passado da antiga localidade de Limoeiro de Anadia revelando que a história de um município pode ser um grande capítulo da história regional.

As novidades são muitas. Nestes lançamentos, a literatura está presenta com Jorge Tenório, romancista e autor de várias obras de ficção, que está apresentando “A virgem do Alto dos Bodes”, publicado de forma independente um romance ambientado em Palmeira dos Índios nos anos 60, tratando da ambição e das questões sociais com muito humor. Por sua vez, o conhecido jornalista alagoano Jorge Oliveira está apresentando “Curral da Morte”, um livro sobre a violência política em Alagoas, tema que sempre desperta a curiosidade dos leitores alagoanos, publicado pela editora paulista Record.

Entre os novos autores estão Danilo Marques, com o livro  “Sob a sombra de Palmares. Escravidão e resistência no Século XIX”, uma obra que trata da Guerra dos Cabanos, das rebeliões populares e, claro, da luta dos escravos em Alagoas; e o jovem pesquisador José Carlos Rodrigues dos Santos com  “O sertão de Dirceu Lindoso” um livro que analisa a obra do consagrado autor pelo viés inovador, descobrindo nela a presença da complexa sociedade sertaneja. A temática sertaneja também está presente no livro “Canudos: de Bello Monte a Lula” do historiador Pedro Vasconcellos.

A escritora Cláudia de Oliveira Tenório relançou “Superando a Ansiedade”, um tema muito procurado, nestes meses de pandemia, pois explora as causas que levam à ansiedade e apresenta saídas através de relatos e explicações terapêuticas.

O livro “Rostos do Silêncio: ensaios transdisciplinares”, do professor e pesquisador universitário Anderson de Alencar Menezes e Alberto Filipe Araújo, é uma coletânea sobre como entender e decifrar o enigma do silêncio. Nesta série, não poderia faltar “Os desbravadores do futuro: principais juristas históricos alagoanos”, uma obra de José Ysnaldo Alves Paulo, que interessa a todos que trabalham com o Direito ou tem curiosidade sobre a contribuição dos juristas de Alagoas.

Fonte: Assessoria

Comentários

MAIS NO TH