Cidades

7 de maio de 2020 09:42

Operação fiscaliza uso obrigatório de máscara nesta quinta em Maceió

Decreto suspende acesso a praias, orlas e espaços públicos para frear contágio

↑ Policiais estão nas ruas diariamente realizando a fiscalização (Foto: Ascom PM/AL)

Uma operação de fiscalização integrada denominada “Força-Tarefa Integrada Covid-19” teve início às 7h40 desta quinta-feira (7) em Maceió para o uso obrigatório de máscara, conforme decreto do Governo de Alagoas. Policiais militares devem passar por comércios e espaços públicos para exigir o cumprimento da determinação que torna obrigatório o uso do equipamento de proteção.

O novo decreto tem validade até o dia 20 de maio, podendo ser prorrogado ao final desse período. O descumprimento ou resistência pelo cidadão poderão ser caracterizados como crime contra a saúde pública.

Entre as novas medidas adotadas estão a exigência de que os ônibus só transitem com todos os passageiros sentados, bem como a suspensão dos programas de passe livre de gratuidade para jovens e idosos, ficando autorizados apenas para quem estiver em tratamento de saúde.

Além disso, está vedado o acesso a praias, calçadões, praças e alamedas. E o uso de máscaras passa a ser obrigatório para todos os cidadãos.

O objetivo é evitar a disseminação do novo coronavírus. Conforme o último boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesau/AL), que indica que Alagoas tem 1.703 casos confirmados de Covid-19 e número de mortes chega a 89.

Durante a operação, os comércios e pessoas sem máscaras poderão ser notificados se estiverem desrespeitando a medida legal, ou seja, que insistem em sair de casa ou estão em compras sem máscara.

Além da fiscalização, os policiais vão orientar para o uso correto da máscara nas ruas e paradas de ônibus. Os estabelecimentos que não estiverem cumprindo o decreto serão notificados por meio da  Vigilância Sanitária.

 Haverá ainda organização de filas em bancos e lotéricas.

 

Fonte: Tribuna Hoje

Comentários

MAIS NO TH