Cidades

7 de abril de 2020 07:59

Movimentos e ONGs se unem para ajudar famílias carentes

Solidariedade é voltada à população mais vulnerável à pandemia do Covid-19 e às vítimas da cheia em Santana do Ipanema

↑ População da região da lagoa recebe apoio do Projeto Erê, que realiza campanha para arrecadação de materiais para moradores da Vila Brejal e comunidades da região (Foto: Divulgação)

Os movimentos sociais e Organizações Não Governamentais (ONGs) de Alagoas estão engajados num verdadeiro elo de solidariedade em apoio à população mais vulnerável à pandemia do coronavírus, bem como as fortes chuvas que devastaram cidades sertanejas, sobretudo Santana do Ipanema após a elevação do nível do Rio Ipanema.

Famílias carentes e pessoas em situação de rua são as mais prejudicadas. Por esta razão, uma rede de campanha se formou no estado para alimentar quem, em tempos de Covid-19, tem sofrido com a fome e pela falta de cuidados básicos de higiene.

Pontos de arrecadação estão sendo divulgados em diversos municípios alagoanos solicitando doações: detergentes, sabão em pó, água sanitária, sabão em barra, sabonete e alimentos, além de valores em dinheiro para a população das comunidades carentes afetadas pela cheia que tomou conta das ruas de Santana do Ipanema e alguns municípios vizinhos.

Os movimentos e ONGs vêm montando kits para ajudar as pessoas a atravessarem a crise causada pelo coronavírus. O suporte aos grupos mais vulneráveis vem de toda parte em decorrência da crise, tanto econômica quanto sanitária, que tem se instaurado ao redor da pandemia e afetado também o estado de Alagoas.

A Prefeitura de Maceió, por meio da Secretaria Municipal de Governo (SMG), iniciou uma mobilização para apoiar as ONGs que promovem ações com comunidades em situação de vulnerabilidade social. O objetivo é auxiliar as famílias e minimizar os impactos causados pela pandemia da Covid-19. Além de divulgar as contas bancárias para doações por meio de depósito ou transferência, o Município disponibiliza uma equipe para recolher doações nas casas.

A assessora especial de Políticas Sociais da Prefeitura de Maceió, Marina Toledo, destaca que as instituições já desempenham um trabalho importante e, que neste momento, o apoio vai expandir as formas de contribuição. “Neste período de quarentena, as pessoas que vivem em situação de vulnerabilidade precisam de uma atenção ainda maior. Pensando nisso, a Prefeitura de Maceió disponibiliza uma equipe para recolher as doações físicas, como alimentos, roupa, material de higiene pessoal e de limpeza, e vamos repassar para as instituições. Para as pessoas que preferem contribuir por meio de depósito ou transferência, estamos divulgando as contas dos projetos que atendem as comunidades em vulnerabilidade social”, informou.

São seis instituições apoiadas pela Prefeitura: Projeto Alternativo de Apoio a Meninos e Meninas de Rua de Maceió (Erê), Casa de Ranquines, Creche Pró-Amor, Grupo Gay de Maceió (GGM), grupo Mãos que Alimentam e Instituto Mandaver. O Setor Juventude da Arquidiocese de Maceió é parceiro da iniciativa da Prefeitura e vai contribuir com a logística das ações. Para o recolhimento de mantimentos em casa, os interessados devem entrar em contato pelo telefone (82) 99820-1113.

A ONG Amigos do Bem, fundada em 1993 e responsável por ajudar 75 mil pessoas do sertão nordestino, também organiza uma ação de emergência durante a pandemia do novo coronavírus. Com o objetivo de atender a famílias carentes de Alagoas, Ceará e Pernambuco, a Amigos do Bem irá distribuir 60 mil cestas básicas, 20 mil kits de higiene e 25 milhões de litros de água ao longo dos próximos três meses.

Santana: mais de 1.400 desabrigados

 

Paulo Américo, coordenador da Defesa Civil de Santana do Ipanema, informou que são mais de 1.400 pessoas desabrigadas após a cheia que elevou o nível do Rio Ipanema na última semana. Indagado sobre os riscos que os voluntários correm ao se exporem ajudando essas pessoas carentes no momento, ele reforçou que ações preventivas, como usar equipamentos de proteção individual, máscaras, álcool em gel são medidas paliativas.

“Neste momento é impossível deixar de ter contato com aglomerações. A gente na verdade pensa muito pouco nisso. O que queremos é ajudar ao máximo as pessoas, não tem como não se expor num momento crítico como este. A intenção é salvar vidas, mas estamos tentando manter os cuidados básicos. É difícil, porém o momento é de acolhimento e reconstrução da cidade”, destacou.

Contas disponibilizadas para doação

 

Projeto Erê

Banco do Brasil, agência 13-2, conta corrente 6255-3, CNPJ 35.564.574/0001- 77

Casa de Ranquines (Associação Católica São Vicente De Paulo)

Caixa, agência 0055, operação 003, conta corrente 3039-7. Banco do Brasil, agência 3179-8, conta corrente  42450-1, CNPJ 08.585.407/0001-30

Creche Escola Pró Amor

Caixa, agência 1545, operação 003, conta corrente 363-9, CNPJ 12.954.061/0001-77

Grupo Gay de Maceió

Caixa, agência 1557, operação 013, conta poupança 56213-4, CPF 770.189.742-91, Messias da Silva Mendonça

Mãos que Alimentam

Caixa, agência 1557, operação 013, conta poupança 89631-8, CPF 059.863.154-21 (Karina do Nascimento Calles), 007.732.144-88 (Daisa Padilha Abs)

Instituto Mandaver

Caixa, agência: 0810, operação 003, conta corrente 3561-9, CNPJ 30.587.116/0001-30

Movimento População de Rua

Caixa, agência 3729, operação 013, conta poupança 18633-7, contato – Rafael Machado da Silva (82) 98898-5401

Pontos de arrecadação

 

EM MACEIÓ

Associação dos Municípios Alagoanos (AMA), Avenida Dom Antônio Brandão 218, bairro Farol, das 8h às 18h,; Posto Jota Pinto, Avenida Coronel Salustiano Sarmento, 205, bairro São Jorge; Pizzaria Água na Boca, Rua Firmo Correia de Araújo, 1106, Tabuleiro dos Martins, das 17h às 23h; Pizzaria Água na Boca, Rua Professor José da Silveira Camerino, 943 B, Farol, das 17h às 23h); Gêmeos CEL, Empresarial Humberto Lobo, 316, Serraria; Aero Sushi, Rua Comerciário José Pontes de Magalhães, 251, Galeria Lucarini, Jatiúca.

EM ARAPIRACA

Sede do Lions Club, Rua José Terto, sem número, Jardim Tropical; Fisio Life Studio de Pilates, Rua Rui Barbosa, 526, Centro.

EM PIRANHAS

Datacon, Avenida Santana do Ipanema, 65.

EM SANTANA DO IPANEMA

A Secretaria de Assistência Social, localizada na Avenida Nossa Senhora de Lourdes, no bairro Monumento. Contato 98162.2033; Universidade Estadual de Alagoas – Uneal, na BR-316, 26; Centro Municipal de Educação Infantil Tânia Maria Vieira, Lagoa do Junco; Escola Estadual Ormindo Barros, no bairro Camoxinga; Centro Bíblico e Cras, situado na Rua Artur Vanderlei, 16, bairro Camoxinga.

EM DELMIRO GOUVEIA

Centro Paroquial, Rua Olavo Bilac, próximo ao escritório da Casal; Sede da primeira Igreja Batista, 121, das 8h às 12h e das 14h às 17h.

Fonte: Tribuna Independente / Ana Paula Omena

Comentários

MAIS NO TH