Cidades

14 de fevereiro de 2020 09:37

PM de Alagoas completa 188 anos em solenidade nesta sexta-feira

Criada em 3 de fevereiro de 1832, recebendo a denominação de Corpo de Guardas Municipais Permanentes, a Polícia Militar de Alagoas teve como primeira missão manter a ordem interna na província de Alagoas numa época  política conturbada. E para celebrar esses 188 anos a PM realiza uma solenidade, daqui a pouco, a partir das 10h, no Ginásio do Trapichão, com a presença do Governador Renan Filho, do Comandante Geral, Coronel Marcos Sampaio, do secretário de Segurança Pública de Alagoas, coronel Lima Júnior, além de comandantes de unidades, oficiais, praças, familiares e convidados.

O evento, além de favorecer uma confraternização entre os componentes da PM, também servirá para o reconhecimento de policiais militares, condecorando-os com a outorga de medalhas institucionais da organização militar. Na ocasião, também acontecerá a entrega das insígnias para as praças que serão promovidas e a apresentação dos novos militares que ingressaram recentemente na Corporação e, atualmente, integram os Cursos de Formação de Praças 2020.1 (oriundos da Reserva Técnica de 2006) e 2020.2 (oriundos do certame de 2018).

Os futuros policiais se apresentaram no último mês de janeiro e já iniciaram as instruções no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP), que coordenará as atividades pedagógicas que qualificarão os agentes estarem aptos à atuação nas ruas. A previsão é que em agosto, Alagoas ganhe o reforço dos novos policiais militares.

Criada em 3 de fevereiro de 1832, recebendo a denominação de Corpo de Guardas Municipais Permanentes, a Polícia Militar de Alagoas teve como primeira missão manter a ordem interna na província de Alagoas, obedecendo às leis imperiais, bem como debelar os adeptos da Guerra dos Cabanos. Com o passar dos anos, participou de diversos conflitos no cenário nacional e internacional, a exemplo da Guerra do Paraguai, em 1865, compondo o 20º Batalhão de Voluntários da Pátria.

A PM-AL se destacou no combate ao cangaço, que aterrorizava o Sertão do Nordeste Brasileiro, dando fim ao bando liderado por Virgulino Ferreira da Silva, conhecido como Lampião. Com a promulgação da Constituição Federal em 5 de outubro de 1988, que ficou conhecida como “Constituição Cidadã”, a missão das Polícias Militares do Brasil ficou definida no Artigo 144, o qual assegura que a Segurança Pública é um dever do Estado, sendo, portanto, direito e responsabilidade de todos, sendo exercida com o propósito da preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio.

Atualmente, para cumprir esta missão constitucional, a Polícia Militar de Alagoas é dividida em Comando e Assessorias, Grandes Comandos (CPC, CPAI-I, CPAI-II e CPAI-III), Batalhões e Companhias Independentes.

Diariamente atua nos 102 municípios do estado através de diversas modalidades de policiamento ostensivo, em terra, no mar e nas lagoas e também nos céus, através do patrulhamento aéreo. Efetivamente, são cerca de 8.000 homens e mulheres, pais, mães e filhos, abnegados, que, sem medir esforços, estão diuturnamente nas ruas, seja dia ou noite, sob chuva ou sol, zelando pela tranquilidade do cidadão, sua maior missão.

Fonte: Tribuna Hoje / Claudio Bulgarelli - Sucursal Região Norte com Assessoria

Comentários

MAIS NO TH